Rotina De Exercícios Para Aumentar As Pernas ::Tabela De Exercícios De Perna :

Rotina De Exercícios Para Aumentar As Pernas ::Tabela De Exercícios De Perna :

Os exercícios para aumentar as pernas podem ser uma opção interessante (talvez a melhor) para aquelas pessoas que não estão satisfeitas com o seu tônus muscular. É que, além de uma dieta rica em proteínas (ideal para aumentar o volume de seus músculos), não existe uma melhor maneira de aumentar suas pernas que não seja com exercícios.

Aqui propomos-lhe uma simples rotina que você pode fazer diariamente. Subir e descer escadas deve estar entre os seus exercícios para fortalecer as pernas. Sempre que puder, sobe e desce cerca de 10-15 vezes algum trecho. Você pode até mesmo ir variando a intensidade e a quantidade de repetições com o correr do tempo. Você trabalhará toda sua área baixa, o que é ideal para fortalecer todos os músculos das pernas e, além disso, evitar a celulite.

Outro dos exercícios que você pode incluir em sua rotina para engordar as pernas são as flexões. O ideal, neste caso, é praticá-lo em um ginásio ou, ao menos, com uma faixa nas costas. Você deve carregar uma barra horizontal com halteres na altura dos ombros, a sujeitos com as mãos e, em seguida, passar e descem até estar em posição quase sentada, chegando o mais baixo possível. Há que ter cuidado com o peso, para não afetar as costas. Este exercício é perfeito para trabalhar os músculos das coxas. Cuida fazer força com eles e não com outras partes do corpo. Muitos mais são os exercícios que fortalecerão a figura de suas pernas. Lembre-se que sempre é muito importante fazer alongamento antes e depois do exercício intenso para pernas. Desta forma reduzirá o risco de dores e contraturas posteriores.

  • Da amamentação para o seu bebê
  • Faça de 10 a 20 repetições para cada lado
  • Tudo o que leve químicos”
  • Tiago, 24 de agosto de 2016 at 15:54
  • 2 copos de leite, baixa em gorduras (2%)
  • 2º Elevações de pernas, pendurado: 4 x 15-20
  • Guarda a água em um frasco ou embalagem de garrafa para 3 porções

330 g. de proteína, 412 g. 121 g. de gordura. 330 g. de proteína, 330 g. 121 g. de gordura. 330 g. de proteína, 247 g. 121 g. de gordura. 330 g. de proteína, 344 g. 33 g. de gordura. 330 g. de proteína, 275 g. 33 g. de gordura. 330 g. de proteína, 206 g. 33 g. de gordura.

Passo seis: Ajustes ao longo da dieta. Cuidado: Na minha honesta opinião, ninguém que tente ser musculoso deve seguir uma dieta restritiva para perda de gordura por mais de 16 semanas seguidas. Seria melhor mesmo se a maior parte das pessoas se limitara a 8-12 semanas de dieta.

além disso você estaria propenso a perder massa muscular ou, pelo menos, limitar a sua capacidade de aumentar. Se você não atingir o nível de massa magra desejado após 12 semanas de dieta, tome 4 semanas de “descanso” (continua com um regime limpo, mas aumenta as calorias) e depois reinicia outro período de dieta. Ao tentar perder gordura, você precisará, depois de um certo tempo, diminuir as calorias quando o corpo se acostuma ao nível de consumo de alimentos. Isso não é problema com o ciclado dos hidratos de carbono, já que estes e as calorias variam.

Ainda assim, a cada 3-4 semanas você pode precisar diminuir os carboidratos e calorias ligeiramente para continuar perdendo gordura em um ritmo ideal. No entanto, não devem ser feitas alterações bruscas; esta é a razão pela qual muita gente perde músculo em uma dieta para perda de gordura. Eu sugiro remover 20 g. 3 ou 4 semanas.

Por exemplo, se você está consumindo 344 g., 275 g. 206 g., você teria que reduzi-los a 324 g., 255 g. 186 g. Por outro lado, se a perda de gordura não abrandou não há necessidade de redução alguma. Ao tentar aumentar a massa não existe um padrão para o aumento da ingestão calórica. Se depois de 2-3 semanas você não tenha aumentado de tamanho, aumenta o consumo de proteínas e carboidratos 25 g.

Adiciona esta quantidade, em primeiro lugar, a refeição pós-treino. Se após as outras 2-3 semanas não notas mudanças, acrescenta a mesma quantidade ao pequeno-almoço. SE ainda não está aumentando, adicione um pouco mais ao shake pós-treino, etc., Para maximizar a absorção dos alimentos e favorecer o ganho muscular sobre a gordura (ou para manter a massa muscular em definição) se devem consumir 6 a 7 refeições por dia. Três delas devem conter carboidratos e proteínas (café da manhã, batido imediatamente pós-treino e refeição aos 60 a 90 minutos depois do treino).

Joana

Os comentários estão fechados.
error: