Qual É O Seu Propósito?

Qual É O Seu Propósito?

Os Princípios Weider são técnicas de treinamento de alta intensidade. Ao contrário da crença popular, Joe Weider não inventou os princípios de treinamento Weider. Estes princípios eram métodos conhecidos e testados de treinamento. A contribuição de Weider foi catalogá-los e dar-lhe definição para cada um deles. Ao sistematizar esses princípios, proporcionou aos culturistas uma metodologia que de outra forma teria levado tempo para aprender de diferentes fontes.

Os princípios têm aumentado com os anos de acordo com as rotinas de treinamento foram evoluindo. Por que devemos utilizar técnicas de alta intensidade como os Princípios Weider? A princípio, os progressos são quase imediatos e mensuráveis, mas quando se leva um tempo submetendo os músculos aos mesmos estímulos, estes acabam por se acostumar a esse tipo de esforço e param de crescer.

A base do aumento de qualquer parâmetro do fitness – força, tamanho, resistência, etc., Devemos sobrecarregar progressivamente os músculos para progredir. Por exemplo, para o aumento de força é necessário usar constantemente quantidades superiores de peso. Para aumentar o tamanho muscular, não só devemos tentar trabalhar com pesos cada vez maiores, mas aumentar a outras variáveis como o número de sessões de treino.

Para aumentar a resistência muscular, há que reduzir o tempo de descanso entre as séries ou aumentar o número de repetições ou séries. Tudo é progressivo. O conceito de sobrecarga suporta todo o treinamento, e é a base sólida do treinamento Weider. Cada músculo contribui, em certa medida, a um movimento completo, bem como o estabilizador, agonista, antagonista ou sinergista.

Se queremos dar máxima forma ou desenvolver um músculo, independentemente há que separá-lo ou isolar dos outros músculos, o melhor que pudermos. Fazemos isso através de mudanças de posições anatômicas. Por exemplo, o curl Scott isola o braquial melhor que os marcos miliários-la com a pegada fechada e invertido. Parte do crescimento constante é não permitir que o corpo não se adapte a um treinamento específico.

Os músculos nunca devem se acomodar. Precisam de estresse para crescer. Se variamos constantemente exercícios, séries, ângulos e repetições, nunca poderão acomodar-se e ajustar-se ao estresse. Joe tem razão quando diz: “há que confundir os músculos para mantê-los a crescer e a mudar”. Entrenad seu grupo muscular mais fraco quando você tem mais energia.

A intensidade desenvolve músculo, e esta só pode ser elevada quando dispomos de grande energia. Por exemplo, se os ombros têm fraqueza em relação ao peito, devemos fazer com que nossos laterais e presses antes do supino. Desta forma, vamos aumentar a intensidade sobre os nossos ombros, porque lhes damos prioridade. A fibra muscular cresce ao se contrair contra uma resistência pesada.

Também se fortalece do mesmo modo. Teoricamente, se somos capazes de carregar a quantidade máxima de peso que podemos usar em um exercício e fazer oito vezes durante um determinado número de séries sem conservação do mesmo, teríamos uma fórmula muito eficaz para desenvolver força e tamanho. Mas não podemos fazê-lo devido ao potencial de lesão.

  • Pitada de pimenta do reino a gosto
  • São Pedro: para eclesiásticos
  • Nome Tarsiiformes – Família Tarsiidae
  • Minimiza o risco

Ninguém começa com o seu máximo. O sistema de pirâmide é projetado para resolver este problema. Comenzad com um peso de pouco peso e muitas repetições. Aumentar o peso e diminuir ainda mais as repetições. Desta forma, você pode usar pesos grandes depois de calentaros e tirar partido sem andais ansiosos pelas lesões.

Após meses de treinamento, trabalhando três dias por semana, vai querer aumentar a intensidade geral do treinamento. Se dividís o corpo em partes baixa e alta, você pode incluir mais exercícios e mais séries por cada secção do vosso corpo, treinando bem mais difícil. A rotina dividida permite trabalhar com mais intensidade.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: