Em Busca Da Dieta Perfeita

Em Busca Da Dieta Perfeita

os espanhóis nos passa com a magreza e o mesmo acontece com o inglês, que nós gostaríamos que existisse uma pílula mágica que conseguir resultados rápidos e com o mínimo de esforço. Um de cada três espanhóis com obesidade admite ter recorrido às “dietas milagre”, de acordo com dados da Sociedade brasileira de Endocrinologia e Nutrição (SEEN). Têm muitos nomes, mas todas compartilham o mesmo DNA: as promessas de perda de peso rápida (mais de cinco quilos por mês), que se pode levar sem esforço, e que afirmam ser completamente seguras.

Estas são as três sinais para reconhecê-las, tal como aponta a Agência Espanhola de Segurança Alimentar (Aesan). Podemos acrescentar que não têm trás nenhuma evidência científica e que podem desfrutar de uma grande divulgação na mídia, graças a personagens populares que as promovem. As dietas hiperproteicas, tipo Dukan, têm tido grande sucesso, precisamente porque são fáceis de seguir a curto prazo e os resultados visíveis em pouco tempo.

  • Controle: não, movimentos bruscos, casuais ou irregularidades
  • Pele e cabelo seco
  • 26 abril, 2016 às 9:37 pm
  • Liquefeito verde (banana, frutos, amêndoas, espinafre, couve e pepino)
  • Gengibre, pimenta e mel

Mas onde está o truque? O cérebro consome diariamente 150 gramas de glicose. Se não lhe damos essa fonte de energia, forçará o metabolismo para que transforma as proteínas em açúcar. “O corpo queima as proteínas que você come e as armazenadas para suprir a falta de hidratos de carbono. A perda de peso importante é a costa de comê-lo por dentro.

você Não perde gordura, mas água e massa muscular”, alerta a doutora Susana Monereo, chefe do Serviço de Endocrinologia do Hospital Universitário de são Carlos e secretaria-geral da Sociedade Portuguesa para o Estudo da Obesidade (Seedo). Esta é a especialista afirma ter visto em consulta aos seguidores deste tipo de dieta com “prisão de ventre, hemorróidas, ansiedade pelo doce e compulsão de hidratos de carbono”. “No momento em que você você restringiu muito um alimento, o corpo acaba pedindo em forma de ataque de fome”, garante. A longo prazo, além disso, pode aumentar as chances de sofrer de problemas nos rins, de acordo com um recente estudo da Universidade de Granada.

Em uma dieta equilibrada, as proporções recomendadas de nutrientes são, aproximadamente, 50% de carboidratos, 20% de proteínas e 30% de gorduras. Em sua opinião, o erro está em entender a dieta como algo restritivo e conjuntural”. “O objetivo é que tu aprendas a alimentarte de uma forma mais saudável, que te ajude a emagrecer e manter o peso. “O padrão de alimentação mediterrânea está associada com menos peso, menos doenças metabólicas, menos câncer e menos doenças degenerativas cerebrais”, aponta a doutora Monereo.

De fato, a dieta mediterrânica tem se mostrado mais eficaz para prevenir as doenças cardiovasculares do que as dietas baixas em gorduras, de acordo com o estudo Predimed. Para perder peso, é importante reduzir o volume das refeições, mas nunca abaixo de 1.200 calorias diárias, quantidade mínima para cobrir nossas necessidades diárias em estado de repouso. “As menos são preocupantes, porque eles colocam o organismo em stress metabólico”, adverte Garaulet.

“O saudável é emagrecer como máximo um quilo por semana. Tão importante é o que como e o quando. Assim o mostrou uma pesquisa da Universidade de Múrcia, em colaboração com a Harvard, que revelou que comer antes das três da tarde ajuda a nos livrar dos quilos com mais sucesso.

O exercício é outro fator que ajuda a perder peso e mantê-lo. Não há necessidade de aderir a um centro de fitness, pode ser o suficiente para subir e descer escadas e caminhar a passo leve (a uma velocidade de cerca de cem passos por minuto) uma hora por dia. “Para que o exercício seja eficaz necessita que a frequência cardíaca subir”, diz a doutora Monereo. Mas, às vezes, pode ser necessário utilizar outras ferramentas para motivar o paciente com obesidade. A glândula endócrina Teresa Lajo assegura que a dieta de aporte proteico pode ser uma boa opção como terapia de choque em pessoas obesas que não tiveram sucesso com dietas de baixa caloria. “Ao contrário das hiperproteicas, como Dukan, as proteinadas se realizam sob controle médico, com suplementos para evitar carências, a cetose é leve e controlada e o objectivo final é o de reintroduzir o paciente de forma progressiva em uma dieta equilibrada.

Compartilho uma boa notícia para você e é que já estamos no mercado com o programa AMATE para perder peso através da internet. Perdòn, mas leì nos comentários algo sobre um batido de proteìnas, disse-lhe que houve uma época em que receber a Herbalife, mas não me funcionò porque me deu problemas, algo assim como uma alergia.

Inicia com os primeiros três passos que estão em um artigo dentro do Blog com elmismo nome. Informamos que já estamos em e lmercado com o programa AMATE para perder peso através da internet. Obrigado Dra Delia pela informação, no meu caso, só me sobram cinco quilos que eu peguei a partir da menopausa.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: