Dieta Saudável Para Começar 2018

Dieta Saudável Para Começar 2018

Muitas pessoas vêem no início de um novo ano a oportunidade de fazer pequenos ajustes em sua vida e mudar alguns hábitos. Entre os propósitos mais recorrentes está a deixar de fumar, ou retomar o exercício físico. Mas essa lista de boas intenções para 2018 muitos também incluem perder os quilos extras que ganharam, nos últimos meses, ou durante as festas de fim de ano. No entanto, neste último, o ponto de partida é errado.

“Não significa que por estar no peso adequado está tudo bem. Muita gente come fatal e a genética são mantidos, mas antes ou depois isso passa factura”. As primeiras semanas de janeiro estamos cheios de energia e o desejo de que os nossos propósitos cheguem a bom porto. Para começar, é importante se hidratar e nutrir-se bem, por que não deixar o estômago vazio por mais de 4 horas aproximadamente.

“Nos guiaremos pela fome emocional ou ansiedade na próxima refeição”, alerta Rodrigues. Voltamos ao primeiro ponto: se hidratar e nutrir-se bem. Para isso, o especialista indica que há que escolher muito bem os ingredientes, sem se preocupar com as calorias. É dizer, que ao selecionar o alimento que vamos comer não tenhamos em conta se dá 50 ou 300, teremos que olhar para que os nutrientes que nos dão são os mais corretos.

  • Almoço: Filé de carne magra com uma batata ao forno
  • 1 fatia de pão integral com 2 colheres de sopa de manteiga reduzida em gordura
  • Máquina de remo aeróbica
  • Objetivo: Perder peso e tonificar massa muscular
  • 1 Nossa Senhora do Carmo

“Em consulta muitas vezes me pergunto: será que Restamos e removemos e muitas vezes o que temos é que surgem as ansiedades, aumente o lanche e a gula ou a comamos por obsessão. E então é quando liamos ao comer do braço um saco de batatas fritas, por exemplo”, acrescenta Rodrigues. Continuamos o primeiro ponto: nutrir-nos bem. Mas, como sabemos que precisamos de nutrientes?

Diante disso, o especialista diz que em primeiro lugar há que ler cuidadosamente os rótulos dos produtos. “Se tem mais de duas linhas, é um problema”, apostila. Em segundo, no supermercado tem que carregar a cesta de compra de frutas, de legumes, de legumes, de cereais, de carne e peixe.

E não pecar em alimentos processados e ultraprocesados. “É melhor apostar em alimentos naturais. Devemos nos envolver mais na cozinha e fugir de pratos como lasanha preparada, porque além de levar farinha refinada lhes colocarão outros compostos como corretivo de acidez, adoçantes ou aromatizantes que não estão presentes em um prato caseiro”, recomenda.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: