As Cinco Dietas Mais Indicadas Pelos Nutricionistas

As Cinco Dietas Mais Indicadas Pelos Nutricionistas

acabaram-Se as Celebrações e as quantidades de comida que se apoderam das mesas das casas até o dia 7 de janeiro. Também coloca um ponto final às desculpas de mover-se menos. Os nutricionistas do Instituto Médico Europeu da Obesidade (IMEO), elaborou um ranking das dietas mais saudáveis, as quais são a chave para perder peso, no início do ano, além de não causar um efeito rebote com o tempo.

“Estas dietas são tendência na atualidade entre as pessoas que buscam perder peso, volume ou simplesmente uma melhoria em sua saúde”, diz Ruben Bravo, especialista em nutrição e porta-voz do IMEO. A dieta dos superalimentos é a que encabeça a lista. Trata-Se de um modelo de alimentação com base na inclusão no menu dos chamados superalimentos.

Os principais são de origem vegetal, embora também se incluem alguns extratos animais, como a gordura do peixe, cujo ômega 3 ajuda a prevenir doenças cardíacas. A redução de peso que se pode alcançar com a ajuda de estes superalimentos, depende muito do modelo global de alimentação, em que são incluídos.

Se este é adequado, você pode chegar a perder até um quilo por semana. A tabela neste ranking é a dieta dos micronutrientes. Este regime trata de organizar a alimentação tomando como base os requerimentos nutricionais, uma vez que o seu défice ou excesso prejudica a saúde. Os micronutrientes são substâncias químicas que nosso corpo necessita em quantidades muito pequenas. São fundamentais para regular vários processos no organismo, como: o equilíbrio dos fluidos corporais, desenvolvimento e manutenção de ossos e dentes ou transporte de oxigênio, entre outros. É por isso que, graças a esse modelo, podemos reduzir o peso a perder até um quilo por semana.

  1. Aspira o carpete para conseguir uma barriga lisa
  2. Redução do percentual de gordura
  3. Victor-PreMarathon 19 junho 2016 at 18:04
  4. 5 Sucos e dicas fáceis para reduzir a cintura
  5. 8 de abril, 2015, às 21:14
  6. 4 Lanche Da Tarde

Por sua parte, a dieta gourmet mostra como lazer e saúde convivem em perfeita harmonia, ou seja, que é possível emagrecer sem passar fome e, além disso, sem ser monótono e chato o fato de estar a fazer dieta. Esta baseia-se no consumo controlado de produtos como presunto, queijo, azeite, frutos do mar e peixe, carne, salsicha ou chocolate.

Esta dieta permite perder peso mais de um quilo por semana, se a combinamos com exercício físico moderado regular. A chave, neste caso, não está no que você come, mas sim na forma de preparação ou cozimento, assim como a moderação das quantidades. Mireia Elias, nutricionista do IMEO, destaca-se que as vantagens desta é que “permite comer de tudo, sem passar fome e sem provocar ansiedade por restringir grupos inteiros de alimentos.

Em sua maioria, são utilizados produtos naturais, reduzindo o consumo de aditivos artificiais não saudáveis; e ensina-o a desfrutar da comida, com receitas de pratos variados e saborosos. Você pode manter-se no tempo e, ao não permitir perder muitos quilos por semana, evita o efeito rebote de muitas outras dietas”.

Mas, como em tudo na vida, também tem suas desvantagens, e é o elevado custo dos ingredientes. Além disso, é necessário ter noções de cozinha adequadas para prepará-los. Um dos regimes mais adequados é o que se baseia no conceito de que os índices glucémicos e da crononutrición. Esta dieta é baixa em hidratos de carbono, e trata de obter um certo equilíbrio nutricional, sem excluir nenhum grupo alimentar, mas controlando o consumo de hidratos de carbono. “Ao não excluir nenhum grupo alimentar, este regime pode ser adequado para qualquer pessoa, pois não tem contra-indicações.

Além disso, é fácil de se adaptar aos hábitos ou gostos de cada paciente, dentro de critérios adequados marcados por um nutricionista, nutricionista ou endócrino”, afirma Andrea Marques, nutricionista do IMEO. É eficaz a longo prazo, e ajudam a perder entre dois e quatro quilos por mês de forma saudável.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: