As 10 Regras De Ouro Para Emagrecer

As 10 Regras De Ouro Para Emagrecer

Manter a linha envolve um estilo de vida que não passa por fazer grandes sacrifícios, nem passar fome, mas em localizar nossos erros alimentares, corrigi-los e adotar hábitos que nos permitam estar em forma durante o resto de nossa vida. HÁ QUE SER REALISTA: É difícil resistir à tentação de sonhar com a figura perfeita, um cruzamento entre uma Barbie e uma top model. No entanto, salvo raras exceções, esta pode ser uma meta impossível. É melhor não ficar obcecado por conseguir um peso determinado, ou chegar à perfeição, mas sim concentrar-se em estar saudável e em forma, que é o mais importante.

O Dr. David Marechal explica com clareza. A PRESSA NÃO SÃO BOAS: Já dizem que todas as avós do mundo: não por muito necessidade de madrugar amanhece mais cedo. Algo especialmente verdadeiro quando se trata de perder peso. Se bem é verdade que a maior excesso de peso, mais rápido o ritmo de emagrecimento, o ideal é perder de 500 gr.

desta forma, garantimos que se perde gordura, não só de água ou, o que é pior, músculo. AS DIETAS SOZINHAS NÃO são suficientes: Associamos de imediato a perda de peso para fazer dieta. No entanto, quando falamos a longo prazo (o que nos importa), a esmagadora maioria não consegue. O Dr. Ricardo Vigário explica: “É importante que a dieta seja personalizada e adaptada às necessidades de cada pessoa, E, por sua vez, a pessoa tem que se envolver em uma mudança de hábitos”.

ou seja: de nada adianta fazer um regime, se não se acompanha de uma modificação dessas práticas que nos levaram a engordar. Como explica Julia Berrendero “há que desenvolver hábitos saudáveis na alimentação que se tornem uma forma de vida”. Opiniões que compartilha da Dra Folch: “As dietas em geral, fracassam porque uma vez perdidos os quilos, não aprendemos a mudar os hábitos que lhe permitirão organizar para que o nosso metabolismo fica ativo”.

  1. 1 Crise no mundo 1.1 Antecedentes: Elevados preços das matérias-primas
  2. ½ repolho bem lavagem
  3. Feito 5 ou 6 refeições por dia
  4. Oferta! Peptide Colesterol (antes Lowcol)
  5. você Não é prejudicial para a saúde comer bem

APROVEITE CADA MORDIDA: “É muito importante comer devagar”, explica a Dra Folch do Institut Vila – Rovira. COMER 5 VEZES AO DIA: Não desayunes uma vez, mas duas. E, como as crianças, não se pular o lanche. Comer de forma regular e em quantidades razoáveis ajuda a perder peso. Assim, como parece. Como explica a Dra Katy Estekhar compara o metabolismo com uma lareira, onde sempre tem de haver um fogo aceso. JANTAR A HORAS EUROPEIAS: Não há dúvida que comer muito engorda, mas não é a única causa.

Como explica o Dr. Vigário, “é um erro muito de comer, mas também o jantar tarde. Quando o fazemos, não chegamos a queimar e reduzir os alimentos de forma otimizada. Devemos jantar de 4 a 5 horas antes de ir dormir”. DESCONFIAR DAS “DIETAS MILAGRE”: multiplicam-Se as dietas relâmpago, que prometem fazer perder muitos quilos em pouco tempo. Como esclarece a Dra Luz Garcia João: “evidentemente, essas dietas de emagrecimento, mas assim que deixamos, recuperamos tudo. Estas dietas podem servir como depurativas, mas não como emagrecimento”.

E, o que é pior: perde-se gordura, mas também massa muscular, mas recuperamos apenas adipócitos. NÃO ficar obcecado COM OS ALIMENTOS PROIBIDOS: Não existem nem alimentos que “adelgacen” ou que “engorden” por si mesmos. A dieta tem de ser entendido como algo global, um conjunto, onde alguns alimentos devem compensar outros.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: