A Mais Procurada Antes Do Verão

A Mais Procurada Antes Do Verão

Se você está ou não seguindo uma dieta para perda de peso, há algo que costuma preocupar: os quilos. É comum que uma pessoa suba para a balança e senta, dependendo do que esta marque, alívio ou desassossego. Mas não, tudo não é o peso. O índice de massa corporal (IMC) é outra variável, mais do que medir, tão ou mais importante do que os quilos.

De fato, chega um momento na dieta em que a balança não mostra uma perda tão evidente, o que não quer dizer que os esforços não estejam a dar os seus frutos. A pessoa que a segue pode estar a perder peso e diminuir de volume. Quando se mede o índice de gordura, está a distinção entre massa gorda e a massa não gordura do corpo, por exemplo, os músculos e os ossos. Assim, no limite, situarían os homens que estão no 21-25% e as mulheres que o fazem no 31-33%. A partir de 25% em homens e 33% em mulheres é considerado obesidade.

Não é o mesmo que o índice de gordura corporal (IMC), outra variável, embora exista relação entre os dois índices: uma massa corporal alta, revela também uma grande quantidade de gordura. O IMC, lembre-se, deve situar-se entre 18,5 e 24,9, mas estas são apenas números de orientação. Cada pessoa tem suas próprias circunstâncias, e será um especialista, o que determina se é saudável ou não. As dietas não tem mais fim que é o de servir de ferramenta para aprender a comer bem.

O que se aprende quando se está fazendo uma em relação às propriedades dos alimentos, orégano, as quantidades, etc., deve juntar-se a nós para sempre. Desse ponto de vista em torno delas ajuda a conscientizar-se de que as dietas milagre não existem, e de que não existem produtos “de dieta”.

Eliminando por completo os alimentos processados, ricos em gorduras saturadas e açúcares, qualquer alimento saudável, em sua justa quantidade, pode ser bom. Almoço: 200 gramas de salada de tomate e alface. Omelete feita com 150 gramas de batatas cozidas refogadas em uma colher de sopa de azeite, com um ovo e mais uma clara.

Jantar: 200 ml de creme de tomate com manjericão. 120 gramas de salmão cozido sobre espargos verdes e alho-poró. Duas fatias de abacaxi natural. Almoço: 50 gramas de purê ou humus de grão-de-bico. 120 g de frango à laranja. 150 gramas de chão de maçãs e frutas cítricas. Jantar: 200 ml de sopa e 30 g de macarrão. 120 g de pescada com amêijoas.

  • Diminuição do custo de investimento na criação dos filhos
  • Alguma fruta de sua preferência, como a banana ou a que estiver sazonal
  • Como se deve alimentar para perda de peso
  • Repete 15 saltos mais sem peso algum
  • Irritação articulaciónes ou dor muscular em curso

Almoço: Um abacate recheado de mamão, alface e cebola. 120 g de mexilhões à marinheira. Uma maçã ao forno. Jantar: omelete de um ovo de espargos selvagens. 120 g de coelho com avelãs e gengibre. Almoço: 200 g de tomate e 40 g de queijo fresco sem gordura. 120 g de fita de lombo com maçã assada. Uma laranja com o mel com iogurte.

Jantar: 200 ml de creme de cenouras. 50 g de arroz com 125 g de salmão. Almoço: 200 ml de caldo de legumes. Um ovo com batatas e pimentão o pimentão. Gomos de pêra com fios de chocolate branco. Jantar: 200 g de esparrágos à vinagrete. 120 g de peru e abacaxi no espeto. Uma coalhada com mel.

Seguindo o link, podem-se consultar o resto de dias e encontrar muitas das receitas propostas pela doutora Beltrão. Uma pessoa de 80 kg que substitua 30 minutos/dia em frente ao televisor por 30 minutos de caminhada leve pode perder (ou ganhar) uns 5 kg de peso por ano. Convém fazer o planejamento do cardápio semanal antes, e assim fazer uma lista com o que você vai precisar, sem sair dela.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: