Você Não Sabe Como Começar?

Você Não Sabe Como Começar?

�Te fascinou a idéia de criar o seu próprio blog? Você está decidido e por fim você tem claros os conteúdos? Você não sabe como começar? Não se preocupe, no artigo de hoje vou pegar na mão, para ver juntos como criar um blog grátis no WordPress até terminar com o seu novo blog posto em prática. Assim você pode testar tranquilamente durante alguns meses até ter definitivamente claro até onde quiser comprometer-se com o seu projecto.

sim, você tem que estar consciente de que os blogs gratuitos são limitados. Por esse motivo, se o seu projeto se consolida, então, será o momento para pensar se você está interessado em dar o salto para um blog WordPress profissional. Envolve um pequeno gasto em hospedagem de sites, mas é pouco e visitar a outra dimensão de possibilidades, especialmente se você monetizar seu blog. O primeiro passo é uma pequena dose de realismo para saber se está realmente preparado para ser um blogueiro. Não obstante, se tem a certeza que quer criar um blog e só quer fazê-lo, sem mais pretensões, faça isso e ponto.

nesse caso, não perca o seu tempo com o nosso “exame”, sáltatelo, vá diretamente ao grupo de “Como fazer” e divirta-se com seu novo blog. 1. Você tem definida a temática? 2. Você se diverte e você vai continuar se divertindo escrever sobre ela? 3. Você é suficientemente hábil na temática, como para ser capaz de escrever artigos de qualidade que possam falar de tu a tu com os blogs existentes? 4. Você tem identificado o seu diferencial frente aos blogs existentes em sua temática? 5. Você tem claro o público-alvo, a(s) comunidade(s) a(s) que você quer correr? 6. Você está disposto a investir tempo e ser constante na publicação de artigos?

Dar a andar um novo blog que é muito trabalho. Um blog novo não colhe êxito em dois dias, por muito bom que seja, nem tampouco em quatro meses. 10000 visitas por mês). No fim, lá deixamos essas perguntas. Não se trata de passar ou suspender um exame, mas simplesmente de fazer um exercício de reflexão prévia para tirar ideias e ter uma perspectiva realista do que te resta pela frente em sua nova atividade.

Se você quiser se aprofundar um pouco mais nessas reflexões, eu recomendo este, mais uma vez, magnífico artigo de David Cantone: “6 Dicas para ser um Bom Blogueiro, Até o Fim dos Dias”. Vistas essas questões, se ainda tiver claro, é hora de pôr mãos à obra e criar o seu blog, não esperemos mais.

  • Unidade nacional (preâmbulo da unidade árabe)
  • Pensar em um conceito dinâmico da rede e da Internet
  • 1 Origem do conceito
  • Possibilita a gestão e alojamento do site
  • tenha sido rejeitado sobre Antuérpia, que era a sua base de operação
  • Reformas de saúde (tabagismo, nutrição, abuso de drogas, etc.)
  • Livros de setembro de formação cívica e ética [qual?]
  • Internet se come a maçã

Se você não criou um blog anteriormente e você não é uma pessoa de verdade “background” técnico das ferramentas e tecnologias utilizadas na Internet, a primeira barreira que você vai encontrar será, logicamente, a tecnológica. Um blog não é um simples conjunto de páginas Web, que são editados à mão, como se de documentos Word se tratasse, mas um verdadeiro sistema de gerenciamento de conteúdo.

77 Modelos de títulos comprovadas que multiplicarão os cliques. Tão infinitas idéias para criar seus próprios títulos. Com as palavras “mágicas” redactarás textos irresistíveis. Vale para tudo: blogs, lojas online, redes sociais, etc. O responsável por este site é Wenova Online S.L., cuja finalidade é o envio de informação e formação sobre blogging e marketing online, com a legitimação de seu consentimento dado no formulário.

O destinatário de seus dados (ferramenta que usamos) é Mailrelay. Está localizada em Espanha, e poderá exercer seus direitos de acesso, rectificação, limitação ou supressão dos seus dados (ver política de privacidade). Assim que sejamos pragmáticos e lembre-se Não nos compliquemos a vida antes de começar. Meu conselho é não comer a cabeça muito nestes momentos e limitar a seleção de entrada, como muito, as três opções clássicas: Blogger, WordPress e Publicar. Haverá tempo para fiar mais fino quando tiver um pouco mais de experiência no mundo do blogging já que pode migrar os conteúdos de uma plataforma para outra.

A questão não é tanto o que é melhor ou pior, as 3 são muito boas ferramentas, mas como ele se encaixa com o que você quiser fazer. São boas razões a favor desta plataforma não em vão, trata-se atualmente a plataforma mais popular, com diferença. Todavia, esta recomendação não é uma regra universal. Você não vai errar se a segui-lo, mas em certos cenários, talvez você possa ser também muito interessante, ou até mesmo algo mais interessante alternativa. Assim, por exemplo, se você é muito importante um serviço de suporte profissional e uma boa funcionalidade para personalizar o design do blog, Publicar, pode ser uma opção muito adequada para o seu caso.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: