Também Pode Ser Um Usuário ‘Bill’

Também Pode Ser Um Usuário ‘Bill’

Também tem gerado iniciativas empresariais, como a Air Bites, que fornece a comunidades de usuários próximas acesso à Internet sem fios de alta velocidade, com tarifas muito competitivas, bem como telefonia e gratuita através da Internet. Faltam 19 dias para o seu lançamento. As pessoas que querem compartilhar sua conexão deve ter um modem WiFi compatível com o software de Fon.

De momento só vale o Linksys WRT54G. Também pode ser um usuário ‘Bill’, se preferir obter 50% dos lucros que gere o seu acesso. Nesse caso, não poderá aceder gratuitamente à rede. Há um terceiro tipo de usuário, que seu nome não está claro (baralho ‘estrangeiros’ e ‘gringos’), que poderiam acessar temporariamente a rede Fon através de um cartão pré-pago.

de Acordo com confessa Varsavsky em uma entrevista a O País, é algo que pode interessar a milhões de turistas estrangeiros que visitam Portugal. Também pretende comercializar telefones celulares que possam se conectar à Fon. Segundo conta Varsavsky em seu blog, “a ideia é esta: que cada fonero conecte seu wififon à taxa fixa de sua casa e, em vez de pagar 5c minuto para nós, fale grátis”. Entrar no lucrativo mercado de telefonia móvel é, de fato, provavelmente, o pilar fundamental de Fon.

Varsavsky adiantou em junho para O Mundo “em Portugal tenho registrada a marca Fon. Há muito tempo que estudo como destruir o oligopólio dos telemóveis em Portugal que hoje têm Amena, Movistar, Vodafone, empresas absurdamente rentáveis e vulneráveis. Espero em breve poder anunciar que temos uma estratégia para oferecer uma opção melhor para o consumidor português”. Podem participar potência dos 3,5 milhões de proprietários particulares de conexões de banda larga que há em Portugal.

Varsavsky assegura para O País que já conta com mais de 1.000 voluntários em quase todas as capitais espanholas e que pretende começar a operar em França, em dezembro. Há inconvenientes. O mais óbvio é que as operadoras podem recusar-se a que os seus usuários compartilhem sua largura de banda. E embora Varsavsky não acredita que venham a fazê-lo, é mais que provável que se recusem. Sua solução é passar a trabalhar na re / max: “se a Telefônica não quer que você instale Fon te pode proibir, o mesmo Wanadoo ou para os outros.

A chave é perguntar ao seu operador se vai demitir você como cliente, se você fizer fonero. Se você se despede prepare-se para mudar a trabalhar na re / max, que já disse que ele já nos disse que é fonema”. Há também certa preocupação com a segurança. Também pela privacidade e pelo o que acontecerá em caso de ocorrência de crimes informáticos usando acesso dos outros. Em um fórum apontam: “Fon deveriam ser os encarregados de identificar o autor da infracção, se o solicitar, o sistema judicial e os responsáveis finais no caso de não poder identificá-lo”.

  • Modelo de vendas diretas
  • Grupo: De 16 a 18 anos
  • A regulação emocional
  • 7 Sucesso e erros em Social Media
  • Instala os principais plugins do WordPress
  • Criar perfis nos canais corretos
  • Com que frequência
  • 3 Estrutura do automóvel

há Os que recebem com alvoroço e entusiasmo a iniciativa, há céticos que não acreditam que vá chegar a lugar nenhum e também há muita gente com raiva por que considera a criação de um novo mediador. Em fóruns como BandaAncha abundam as críticas como que “Varsavsky não nos faz nenhuma falta para que deixemos nossa conexão aberta para todo o mundo, com um balanceamento de carga que nos reserve uma largura de banda mínima para nós.

Em 1985, Stewart Brand, Larry Brilliant e dois colegas mais pendurou um quadro de avisos eletrônico The Whole EarhLectronic Link, ou Well, em San Francisco. Em 1987, Howard Rheingold, um grande usuário da Well, publicou um ensaio em que acuñaba o termo comunidade virtual para descrever esta nova experiência. Cada vez mais as pessoas se familiarizaba com a comunicação eletrônica, inicialmente através de comentários em grupos virtuais e em janelas do chat. O serviço postal francês foi o primeiro a levar esses conceitos para o público em geral, lançando um serviço nacional online chamada Minitel, em 1982. Depois, em 1985, começou a America Online, inicialmente, com um nome diferente.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: