Planos De Desenvolvimento De Portugal

Planos De Desenvolvimento De Portugal

Os Planos de Desenvolvimento Económico e Social foram três planos de planificação indicativa com os que se superou o período estrutural econômico denominado Autarquia, que se estendeu do pós-guerra. Arrancam do Plano de Estabilização de 1959 e sua volta foi Laureano López Rodó. Provocaram um poderoso crescimento econômico, com uma taxa média cumulativa de 7,2 % anual no aumento do PIB. Estes anos são conhecidos como Desenvolvimentismo. ] Centrou-Se no Polo de Promoção da indústria de Burgos e no Pólo Químico de Huelva. Obteve um resultado de um aumento de 6,4% do P. N. B.

o Favorecer um ou penalizar outros? O objetivo é equilibrar. O objetivo não é punir as empresas, mas sim de eliminar essa regulamentação, que penaliza os tradicionais. De acordo com vários relatórios, o aumento dos níveis de digitalização pode gerar um aumento do PIB per capita e pode reduzir as taxas de desemprego. No entanto, tudo o que está relacionado com a inovação em robótica industrial e avanços na inteligência artificial se olha com desconfiança para o eventual impacto negativo sobre os trabalhadores.

  • As Três Perfeitas Solteiras
  • Blogs de fitness
  • Análise SWOT em Marketing Digital
  • 5 Estratégia de venda cruzada e venda relacionada
  • O Govern recorre da revalidação de sexto Primária ao Supremo
  • Um checklist
  • 3 Ayu ready

Como casa tudo isso? A revolução tecnológica gera mudanças profundas na sociedade e a forma de nos relacionarmos. Isso gera ansiedade, medos. Keynes, nos anos trinta, já cunhou o termo “desemprego tecnológico”. Cada vez que se automatiza todo tipo de processo que essas tarefas mais susceptíveis de serem repetitivas e de pouco valor são as que primeiro se vão eliminar, mas como tem acontecido ao longo da história.

o Que acontecerá com a revolução tecnológica? Também vamos ver esse período de transição, mas 65% dos novos empregos são criados. Temos que ser suficientemente inteligentes para focar em atividades que sejam duramente automatizables. E essas são as que primam pela criatividade, a destreza manual e a relação interpessoal.

Como isso é feito? Se eu tivesse um filho em idades precoces tentaria instilar paixão, amor pela matemática, a física ou a química, assim como o pensamento computacional, que é muito importante para que na hora de programar e se sintam confortáveis. Você inculcaría a viver em época de mudanças.

Isso vai ser uma constante em nossas vidas. O saber trabalhar em ambientes em mudança, é muito necessário. Também que se estivesse formando constantemente. O que é verdade é que a demanda de profissionais nesta matéria é muito superior à oferta. Será que essa mudança tem que liderá-lo a universidade? O reforço dos estudos de pós-graduação? A universidade tem que fazer o esforço de estar permanentemente actualizada e olhando para o mercado sobre os perfis que faltam.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: