Plano De Negócio Para Montar Uma Loja De Roupas

Plano De Negócio Para Montar Uma Loja De Roupas

Se você trabalha em uma loja de roupas, você conhece o negócio, você tem o dom de gentes e de muita vontade de ser empreendedor dentro deste setor, com a vitória quase todos os requisitos para criar o seu próprio comércio. Não obstante, também você pode começar, mesmo que ele não conheça o mundo da moda. Outra opção é colocar à frente do mesmo algum especialista que o dirija, pelo menos nas fases iniciais.

Seja como for, a primeira coisa é escolher a forma de comercialização que mais se ajuste às suas necessidades. Franquiciarse pode ser uma boa escolha: partes com um bom suporte de marca e uma imagem já definida e conhecida pelo cliente. Algumas casas oferecem a alternativa de estabelecermo como marca única -ou seja, de vender seus produtos – ou bem que um percentual muito alto de vestuário que ofertes seja de sua marca, mas sem necessidade de franquiciarte. Assim, você pode aproveitar de vender uma marca conhecida, mas sem as amarras de uma franquia (não paga taxa de entrada, royalties ou taxa para publicidade).

  • Conheça as tendências
  • você Tem uma estratégia on-line que a quebra (em redes sociais, blogs, com uma página da web)
  • Produz ou fornece uma sensação agradável
  • 2 Atribuíveis à organização do trabalho
  • 5 Da fundação de São Miguel
  • Desenvolve o seu plano de negócio
  • São José Operário

você Também pode montar uma loja de várias marcas com produtos de diferentes fornecedores que você irá escolher de acordo com as preferências de sua clientela habitual. Localidade: Uma vez decidida a forma de comercialização, você deve procurar um local adequado. Dimensões: Deve ter, pelo menos, 40 m2 para incluir vitrines, testadores e, é claro, da exposição de roupas. Além disso, você precisará de um armazém de, pelo menos, 20 m2. Decoração: É uma das variáveis de maior peso para captar clientes.

Fonte especialistas lembram que é importante que o cliente sinta-se à vontade, por isso temos que tentar criar um ambiente que promova a permanecer mais tempo na loja e, assim, aumentar as chances de realizar uma venda. Lembram, também, que a decoração deve estar alinhada com o que se vende, mas sem chamar muito a atenção.

Sua missão é conseguir parar o transeunte e que repare no que amostras.

Se o cliente pára mais em elogiar a decoração e a roupa, pode ser que esteja fazendo algo errado. Vitrines: É a carta de apresentação de sua loja. Sua missão é conseguir parar o transeunte e que repare no que amostras. Para isso, os especialistas recomendam expor uma mostra de todas as linhas de produtos da loja, cuidando também da combinação de cores (também dentro da loja) e todos os detalhes. ]. A relação com os fornecedores dependerá do tipo de comercialização que tenhamos escolhido.

Se você definir como uma loja multimarca, você terá que pesquisar e escolher vários fornecedores, de acordo com cubram as suas necessidades. Fornecedores: É muito importante procurar fornecedores sérios através de contatos, revistas e feiras, como por exemplo a Feira de Moda em Madrid. Dois grandes compras por ano: na hora de fazer os pedidos, há que ter em conta que, no mundo da moda, o ano natural é normalmente dividido em duas grandes estações: primavera-verão e outono-inverno.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: