O Que Uma Marca Deve E Não Deve Fazer Nas Redes Sociais

O Que Uma Marca Deve E Não Deve Fazer Nas Redes Sociais

Ballesteros, que na terça-feira ministrou a conferência ¡Por que não funciona a minha estratégia nas redes sociais? The Valley Digital Business School, insiste em que se deve recorrer às redes preparado, para o qual nada melhor do que ter um plano e preparar um protocolo de gerenciamento de crise atualizado.

Não há que retirar-se, sem mais, a rede se arrecian as críticas, e até mesmo as ofensas, nem ceder às chantagens de usuários que caem constantemente comentários negativos sobre um produto ou marca determinados. Há que demonstrar rigor e seriedade nesses casos, porque, muitas vezes, um comentário crítico, ante o que não se responde desmesuradamente ou do que não se foge, pode gerar uma onda de comentários positivos como reação. E, sim, distinguir muito bem o que é uma crise, que ocorre quando uma marca se vê realmente afetada.

  • Acordo Nacional para o Melhoramento Produtivo do Nível de Vida
  • TREADGOLD, Warren: A History of the Byzantine State and Society, da universidade de Stanford, 1997
  • Utilize o buscador avançado do Twitter
  • Sem criatividade e inovação, as campanhas não funcionam
  • 3 A estratégia

Um ou vários comentários negativos não significam uma situação assim. Em segundo lugar, monitorar tudo o que sai para análise, avaliação, alertar o resto de departamentos, intervir, se necessário, fazer um acompanhamento da intervenção e… aprender com a experiência. Além disso, há que escolher aquela rede social que melhor convier à marca em um primeiro momento.

Não há que estar presente em todas de uma vez, pelo menos não no início. Para este comunicador, a mais completa é o Facebook e a melhor, embora não necessariamente você tem que usá-lo para tudo, é o Instagram. Mais recomendações lançadas por Ballesteros: não escolher nunca o caminho mais fácil, o que significa, por exemplo, não comprar seguidores usando ferramentas automáticas para isso e definir muito bem o tipo de fã que se quer para a marca.

Um conceito muito relevante em redes sociais é o do engagement, que pode traduzir-se por interação do usuário com a marca ou compromisso. 1. 1. Publicar conteúdo de qualidade e utilidade. Às vezes, há quem pensa que as redes o tivesse tudo o que você tem que ser muito criativo e publicadas, muitas ocorrências que não servem para nada.

2. 2. Ouvir e atender os seguidores ou fãs, aprender com eles. 3. 3. Surpreender com conteúdos exclusivos, fazer com que os fãs se sintam amados. 4. 4. Utilizar o poder das imagens. A este respeito, recomenda-se que as imagens que vão para as redes sociais são específicas para as mesmas, não usá-los só porque eles fiquem bem ou sejam bonitas.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: