O Formigueiro: …E Salvador Sobral-Não Cortar O Cabelo

O Formigueiro: …E Salvador Sobral-Não Cortar O Cabelo

Aos seus pés senhor Sobral (Ah não! Senhor não). Não posso dizer mais depois da visita do músico português para O Formigueiro. Sobral-não cortar nem um fio de cabelo. Chegou tímido, introvertido, quase diria que distante, mas durou pouco. A entrevista com o cantor foi toda uma declaração de intenções que colocou em apuros até o próprio apresentador, que eu acho que não esperava nada de tudo o que lhe deu o português. Não queria leite, pois, toma dois copos.

Primeiro golpe direto para a mandíbula. E assim foi toda a entrevista. Salvador Sobral não entrou em sérios apuros Paulo Motos com sua contundente sinceridade. Repartiu estopa a destro e sinistro. Teve para todos e de todos os tipos. Um poço inesgotável de titulares. É a objetividade do que fez ontem à noite de gala, não só no que se refere à indústria musical, mas em geral com todos os aspectos da vida.

Apesar do sucesso, apesar de sua música e esse coração que tem na garganta lhe tenham se convertido em um dos músicos mais valorizados, Salvador não acreditar. Tem os pés na terra, e é isso que marca a diferença. Portugal, em clara referência a programas como salva-me e, sem hesitar nem por um segundo, ao assegurar que não entende muito bem o interesse que se gera em saber da vida o que foi parceiro de um toureiro. Sim, também foi para Belém Estêvão. A sinceridade é o que tem.

E, apesar de Motos, adorou o jogo que lhe deu o português ele suou, mas bem suado, com cada resposta do músico. Este homem é digno de ser entrevistado, que maravilha como solta as coisas e fica tão pancho. Agora eu entendo muito mais Alfred quando dizia que admirava a Salvador e não apenas como cantor. Nem 1 minuto da entrevista e Salvador já se tornou o caralho amo. É bem que de vez em quando vá pessoas reais, como você e eu.

  1. O Marketing De Felicidade
  2. 36 horas. Uau foto!Zidane e os sete magníficos ontem, no gramado do Millenium Stadium
  3. Ênfase em uma harmonia tonal
  4. 1 Tendências de saúde
  5. Soberania, Segurança Nacional e a Promoção dos Interesses do México no Exterior
  6. Melhorar a interface de inscrição, através de testes
  7. Ajuda a outros blogueiros como você
  8. Chicago Tribune Top local de trabalho [38]

Pessoas que tem vivido tanto e já passou por tanto que ele passa pelo forro aquilo politicamente correto, e que se tem que soltar um bom zasca o solta e santas Páscoa. Por norma, nos deparamos com convidados que colocam o seu melhor sorriso para promover o que bem querem se promover e não querem problemas. Assim, nem se jogam nem arriscam um ápice, com seu sorriso acreditam que já estão dando bastante. E provavelmente seja assim. No entanto, quando o convidado é como Salvador Sobral um se dá conta de que está acima do bem e do mal, e quem ainda está com os pés na terra.

Sobral continua com os pés no chão. Como não podia ser de outra maneira, a Canção ganhou grande parte da entrevista, ou pelo menos tentou Motos que procurou, com sucesso, a resposta mais sincera do artista com relação ao festival, que lhe deu a fama. Não surpreende que a Sobral isso da Canção gosta pouco por não dizer nada.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: