O E-commerce Se Torna Social

O E-commerce Se Torna Social

O crescimento da colaboração e das redes e plataformas sociais está estendendo suas redes com múltiplos domínios e, como não podia ser de outra forma, o comércio eletrônico é um deles. Pera indica também que muitas empresas e empreendedores se concentrar demais em aspectos técnicos, sem saber qual é a sua estratégia e o que querem fazer com ela. “Precisamente dirigido a estes perfis foi concebido o livro”, afirma. Embora o livro traz várias dicas -nada mais e nada menos do que 100 – Pera nos resume os mais importantes para ter sucesso no competitivo mundo do comércio eletrônico.

A primeira recomendação é fazer uma escuta ativa: “Isto se dirige a um objetivo, saber como está posicionada na Internet a minha marca e os produtos que quero vender”. Após este passo, é preciso “definir a estratégia a seguir e, depois, a tecnologia que será usada para criar as lojas, a web, os gateways de pagamento que serão utilizados, a logística, o controlo da fraude…”.

  • Ricardinho já é do Inter Movistar
  • Modelos business-to-business (B2B) ou business-to-consumer (B2C)
  • 2 Consideração de componentes
  • 2 7 Passos: Criar um Blog no Blogger Grátis 2018 (Guia Defintiva)
  • Alonso fica a 1,3 Raikkonen
  • ANÁLISE FODA

O último passo é, acrescenta o especialista, delinear a estratégia de marketing online que se vai seguir. “O marketing é fundamental quando se quer vender algo, mesmo no mundo físico sempre é usado, e na Internet tem que estar presente”. Mas o que é o social e-commerce? É o uso das redes sociais, “não é apenas Facebook e Twitter, mas plataformas até mesmo muito mais especializadas em nossas hobbies, por exemplo, algum esporte, etc.,” para gerar conteúdo de valor e uma maior confiança no cliente.

Seu objetivo último, indica Pera, não é mais do que “fazer com que falem bem de ti nas plataformas sociais, conseguir que se referirem e, acima de tudo, que os clientes se tornem prescritores de sua marca e produtos”. Apesar de, neste momento, o impacto da mobilidade é escasso no comércio eletrônico, Pêra não tem dúvida de que este será ainda maior no futuro próximo. “A Internet é global, mas também local; neste sentido, a mobilidade e a tecnologia de geo são fundamentais para a sua evolução e do comércio electrónico. Tomemos, por exemplo, que eu preciso de um dentista, com a tecnologia de geo poderia saber o que é mais próximo da minha localização”, explica.

O tamden Portela/Bertomeu desenvolve a liga ACB e em um determinado momento, choca-se com o imóvel imobilidade com que a FIBA leva a Taça da Europa. Já contei aqui o incidente da cesta rota em Roma, porque os anéis não eram retráteis. Para estar perto, a Euroliga coloca seu escritório central em Barcelona, Palau Sant Jordi. A ACB está em Barcelona, Rua Iradier.

Assim que, no final do Primeiro Ato, Eduardo Portela, rodeado de Queraltó e Senespleda, é o Presidente da ACB, Presidente da ULEB e mentor do novo Diretor-Executivo da nova Euroliga. Mas todos sabemos o que aconteceu com a colônia Estados Unidos, Que se separou da metrópole, a Inglaterra e se tornou muito mais poderosa.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: