O De Passageiros De Cruzeiro De Luxo Quer Ser Explorador

O De Passageiros De Cruzeiro De Luxo Quer Ser Explorador

Desde então, têm sido pioneiros em oferecer roteiros que nunca antes haviam sido percorridos por outras linhas de cruzeiros e as poucas podem aceder, como a Antártida e o Ártico russo ou as ilhas Galápagos. O que para alguns soou como uma idéia extravagante, tornou-se um bem-sucedido negócio.

“Uma vez que você tem tudo que o dinheiro pode comprar, se procura algo diferente, uma experiência única, daquelas que só acontecem uma vez na vida. Esse é o verdadeiro luxo: os sites que percorremos e as lembranças que temos”, aponta a diretora de vendas da Silversea Europa, Oriente Médio e África, Alessandra Cabella. O serviço a bordo totalmente personalizado, com mordomo disponível 24 horas e regime de tudo incluído em restaurantes gourmet, a empresa de cruzeiros oferece expedições de seis estrelas por mais de 900 destinos de todos os cantos do planeta.

Explorar o Ártico durante 25 dias em agosto, o único mês em que você pode fazer o itinerário, percorrendo o Alasca até Tromso (Noruega), passando pelo norte da Rússia e avistando ursos polares, custa em torno de 33.000 euros por pessoa. Grande viagem pela Ásia e Pacífico. Em fevereiro de 2019 Silversea oferecer uma nova rota pelo Pacífico, que percorrerá a costa de Sydney, as paisagens da Nova Zelândia, para empreender após o rumo ao sudeste asiático. Nas Filipinas, se pode nadar entre tubarões-baleia e em Bornéu, visitar um abrigo de orangotangos com o que a empresa colabora em projetos de proteção de primatas.

  • 3 Produção 3.1 Desenvolvimento
  • 5 Renúncia do comissário de paz Victor G. Ricardo
  • Abra sua própria Loja de animais
  • Atividades principais
  • PLI: 6,6% o que lhe dão 1 deputados

a Nova frota. Nos próximos três anos, Silversea Expedições passará a ter nove a 11 cruzeiros, com capacidade entre 50 e 300 suites, e que não ultrapassam os 600 passageiros. Um número muito reduzido se comparado com os cruzeiros generalistas que abrigam entre 3.000 e 5.000 pessoas.

“Cada itinerário requer de um exaustivo trabalho de cerca de três anos”, prossegue Cabella, após enunciar vários dos novos destinos que proporcionarão o próximo ano. Entre eles, a Coleção Explorer, nove roteiros que seguem as rotas de famosas expedições de História e que foi possível graças à colaboração da Royal Geographical Society, a que pertenceu, por exemplo, Charles Darwing.

“O time incomparável de especialistas” que acompanham os viajantes em suas expedições, tem jogado, segundo conta Cabella, “um papel crucial no sucesso da empresa”. Uma oferta concebida para um público muito específico: “Nossos clientes não são nem viciados em compras nem querem estar todo o dia na tampa, tomando o sol. São pessoas ativas, curiosas, aventureiras e verdadeiros amantes da natureza”, destaca.

Será a primeira vez em quase quatro semanas que a Croácia vai jogar com suas cores principais. Só puderam fazê-lo uma vez, ao vencer a Nigéria na estreia em 16 de junho de Kaliningrado. Nestor Pitana, que dirigisse o México.-Suécia, será o árbitro central para a final do próximo domingo, entre França e Croácia.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: