Master Em Marketing Digital E Comércio Eletrônico

Master Em Marketing Digital E Comércio Eletrônico

A estrutura, duração e conteúdo do Master em Marketing Digital e Comércio Eletrônico permite-nos assegurar a consecução dos objetivos definidos. Uma estrutura modular, linear e seqüencial, estruturado em torno da experiência do usuário/cliente. O programa está dividido em dez módulos mais um projeto final transversal que inclui a atividade de role-playing.

Além disso, esta estrutura principal, estão programadas outras atividades, como as web-conferences e os workshops. O primeiro, para conhecer de primeira mão a experiência de empresários do setor digital. Os workshops nos permitirão aprofundar em ferramentas e casos reais sobre problemáticas concretas do mundo digital. Finalmente, destaca-se o compromisso de OBS com os projetos finais emergentes deste programa de mestrado, com a criação do Prêmio Empreendedor para ajudar os rotores para realizar suas ideias.

Resumindo, um programa criado e conceptualizado para assegurar a formação de profissionais em ambientes digitais. No Marketing Online, uma das ferramentas mais bem sucedidas e que permite melhores retornos de investimento (ROIs) vem a adequada gestão da presença nos motores de busca. Através deste módulo de introdução aos motores de busca, os alunos entenderão e serão capazes de gerir a necessidade destas ferramentas para a sua presença online.

Gerentes de Marketing enfrentam hoje em dia. O marketing de afiliação e o permission marketing são ferramentas fundamentais do marketing de resultados, também chamado de “performance marketing”. Cada vez mais os anunciantes gastam maior parte de seu orçamento de publicidade para o suporte digital, onde podem medir de forma muito directa seus resultados.

E as plataformas de afiliação e as campanhas de email marketing estão pensadas para contribuir resultando tangíveis para as empresas. É importante, portanto, conhecer bem como funcionam essas plataformas e quais são as chaves para desenvolver com sucesso campanhas de publicidade na delas. • Conhecer os conceitos básicos de gestão de clientes, CRM e fidelização de clientes. • Pensar em termos de cliente e o valor que cada tipologia traz para a empresa.

• Conhecer as estratégias e as ferramentas de gestão de clientes e fidelização. • Conhecer as métricas de Fidelização. • Aplicar as diferentes ferramentas da forma mais adequada a casos de empresa. “A powerful global conversation has begun. Through the Internet, people are discovering and inventing new ways to share relevant knowledge with blinding speed.

These markets are conversations. Their membros da equipe de comunicação in language that is natural, open, honest, direct, funny and often shocking. Whether explaining or complaining, joking or serious, the human voice is unmistakably genuine. O texto acima pertence ao manifesto cluetrain, livro publicado no ano 2000 e que sintetiza a mudança de paradigma da comunicação com o advento da internet, primeiro, e, mais tarde, das redes sociais.

  • Logicamente, sendo ativo em suas redes
  • Gerar clientes potenciais (Facebook Lead Ads)
  • Criar ou ampliar a sua comunidade de fãs, seguidores, assinantes ou clientes potenciais
  • consultar uma base de dados construída para buscar determinadas informações e recuperá-las
  • 2 Arquitetura 12.2.1 A Ponte suspensa

Os mercados são conversações, e isso implica um diálogo, uma bilateralidad e a capacidade de ouvir. Uma mudança de 180º em relação à comunicação que as organizações tinham com seus stakeholders. • As organizações já não dominam o canal, ao mensageiro. As plataformas sociais como Twitter, Facebook, Pinterest, LinkedIn, entre outras, são globais e não locais, pelo que a capacidade de pressão das organizações é menor do que os meios de comunicação de massa tradicionais. • A tecnologia na forma de plataformas de redes sociais aumenta a velocidade de difusióndel mensagem. Agora vivemos em tempo real.

Isto é um grande desafio para as organizações, já que reduzir drasticamente os tempos de reação. • A difusão de mensagens é global. Isto tem prós e contras em função da bondade ou maldade de cada casuística, mas o impacto das estratégias de comunicação on-line é muito mais relevante.

• não controlar a mensagem ou o mensageiro, as organizações estão muito mais expostas do que antes às críticas de clientes e usuários. Têm pressão para ser muito mais transparentes e comunicativas. A informação flui muito rápido e em escala global. Há que estar preparado para enfrentar as cada vez mais frequentes problemas de branding e comunicação.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: