Kiplinger Publica Revistas De Finanças Pessoais

Kiplinger Publica Revistas De Finanças Pessoais

As finanças pessoais são a gestão financeira, que exige um indivíduo ou unidade familiar, para incluir no orçamento, poupar e gastar seus recursos monetários ao longo do tempo, tendo em conta os riscos financeiros e os acontecimentos futuros de sua vida. Portanto, é necessária a educação de finanças pessoais para ajudar um indivíduo ou uma família para tomar decisões financeiras racionais ao longo de sua vida. Antes de 1990, os economistas e professores de negócios prestaram pouca atenção às finanças pessoais. O componente-chave das finanças pessoais é o planejamento financeiro, que é um processo dinâmico que requer um acompanhamento e uma avaliação periódica.

Avaliação: A situação financeira de uma pessoa é avaliada através da compilação de versões simplificadas dos estados financeiros, incluindo os balanços e contas de resultados. Em um balanço pessoal são mostrados os valores dos bens pessoais (por exemplo, automóvel, casa, roupa, ações, contas bancárias), juntamente com os passivos pessoais (por exemplo, a dívida de cartões de crédito, empréstimos bancários, hipotecas).

Em uma declaração de renda pessoal estão listadas as receitas e as despesas pessoais. O estabelecimento de metas: Ter múltiplos objetivos é comum, incluindo uma mistura de objetivos a curto e longo prazo. O estabelecimento de objectivos financeiros ajuda a direcionar o planejamento financeiro. O estabelecimento de objectivos é realizada com o objetivo de cumprir com os requisitos financeiros específicos.

  • Informações atualizadas e vídeo explicativo
  • 00 horas. Batista já tem rival nas quartas de Pequim
  • 2 Retorno da democracia na Argentina
  • Você deverá ter um local ou lidar com um catálogo em Internet
  • 4 Flora e fauna
  • 5 Constituição de Apatzingán
  • 7 inscrever-se na lista Robinson para não ficar a preocupação de quem me chama
  • Preço exato (de acordo com a oferta e a demanda do produto)

Criação do plano: O plano financeiro detalhado como levar a cabo os objectivos. Poderia incluir, por exemplo, a redução de gastos desnecessários, aumentando os rendimentos do trabalho, ou investir no mercado de ações. Execução: A execução de um plano financeiro, muitas vezes requer disciplina e perseverança. Muitas pessoas obtêm a ajuda de profissionais, como contadores, consultores financeiros, consultores de investimento, e os advogados.

Vigilância e a re-avaliação: A medida que o tempo passa, o plano financeiro é monitorado por possíveis ajustes ou re-avaliações, como também um prévio plano de contingência para casos especiais. Posição financeira: tem que ver com a compreensão dos recursos pessoais disponíveis através do exame de patrimônio líquido e de fluxo de caixa dos lares.

Uma protecção adequada: ou Seguro, a análise da forma de proteger a casa contra riscos e imprevistos. Estes riscos podem ser divididos em responsabilidade, da propriedade, da morte, da deficiência, da saúde e cuidados a longo prazo. Alguns desses riscos podem ser auto-protegidos, enquanto que, para a maioria, é necessária a compra de um contrato de seguro.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: