Isso É O Que Acontece Ao Empreender No Sector Da Maconha

Isso É O Que Acontece Ao Empreender No Sector Da Maconha

Abrir um negócio legal dentro do sector da maconha é possível, embora difícil. São inúmeras as barreiras e dificuldades, com uma legislação pouco clara, e que deixa muitas questões no ar que dificultam o empreendedorismo. As empresas que participam neste negócio reconhece também uma rejeição social por uma parte da população.

Tens os avanços legais e sociais dos países americanos, e reclamam um ambiente mais favorável para o empreendimento relacionado com a maconha, pois tinha uns efeitos muito positivos no emprego e na economia em geral. Descobrimos estas e outras percepções da mão-de-Sputnik Seeds, empresa especializada na venda de sementes de cannabis em Portugal. A seguir reproduzimos a conversa com o CEO da empresa.

Em quais áreas é possível iniciar um negócio (empreender) dentro do âmbito da maconha, e de forma legal? Empreender no seio do estado espanhol é uma tarefa titânica. As instituições, em grande parte, ainda funcionam como meras ferramentas de cobrança. Enquanto há uma iniciativa de negócio ou empresa, a administração apenas vê uma oportunidade para tirar dinheiro.

  • Barra gafete pela Guerra de Reforma
  • 1938: 5.º no Campeonato Profissional
  • 1 Descrição do capital
  • Assediar e desmoralizar o inimigo
  • 7 Cronologia da conquista
  • A importância que ganharam os dados não estruturados (textos, páginas da Internet, etc.)

Não vê nem prevê que as iniciativas de criar emprego e riqueza para o Estado. Apesar de que a pequena e média empresa seja o sustento do país, não ajudam o empreendedor se não o contrário. Apertam-se desde o minuto 0,1 com o que é muito difícil empreender com sucesso no país.

Em vez de dar apoio para que a empresa ou iniciativa chega a faturar e poder manter-se a afogar desde o início. Por isso que são muito poucas as iniciativas que conseguem começar a funcionar. Se, além disso falamos de um setor tabu e mais em um país conservador como o que vivemos já estamos falando de que empreender com sucesso não é pecado, é um milagre.

Ninguém sabe como é, tem que fazer as coisas, já que não existe uma regularização ou lei clara. Além disso, se tentar fazer as coisas bem e perguntar para a Administração, para fazer as coisas legalmente, a primeira resposta que você obtém é uma inspeção para tentar encontrar uma fissura onde poder sancionarte.

Tudo isso gastando dinheiro em consultores para que medien entre você e a administração.

Com algo tão fácil como o IVA que você tem que pagar para comprar sementes de maconha passamos meses tentando descobrir o que o IVA na hora de aplicar. Ao final fazendo uma consulta vinculativa ficamos mais de 6 meses esperando resposta, a resposta não foi nada esclarecedor. Tudo isso gastando dinheiro em consultores para que medien entre você e a administração. Se falamos das entidades bancárias que ainda são mais conservadoras, se cabe, diretamente lhe fecham as portas no nariz nada mais tente entrar. A nível social a gente já não se vê a maconha como algo tão ruim como nos queria fazer crer. Mas ainda há muito o que avançar.

um dos primeiros locais em que estivemos aconteceu de eu colocar um cartaz na porta do partido cannábico onde dizia semeamos liberdade. Houve uma avalanche de denúncias dos vizinhos, por isso tivemos que sair correndo antes que precintaran o local com todo o material dentro.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: