Guerra De Herdeiros No Campo Andaluz

Guerra De Herdeiros No Campo Andaluz

“Nasci rica, mas eu cresci pobre”. José Benítez-Cubero Cañete de Bolsa faleceu repentinamente em 1970, aos 47 anos, sem ter feito testamento. Todas as suas propriedades foram para José Benítez-Cubero Comentários, seu único herdeiro, que, com apenas 18 anos, teve que enfrentar o golpe de ter perdido seu pai e assumir a responsabilidade de levar adiante o negócio familiar.

O que ele não sabia, então, é que, 45 anos depois, se encontraria com alguém com quem dividir a herança que deixou seu pai), com valor entre 20 e 25 milhões de euros. Para que Sofia herde (ou não) ainda falta tempo. Após saber da decisão do Supremo, esta andaluza de 68 anos, iniciou os trâmites para reivindicar parte da herança que lhe pertencia.

Um processo que começou em 2017 e que será retomada no próximo dia 21 de março de 2019, através de uma audiência prévia no Tribunal de Primeira Instância (número 2 de Sevilha. “Meu cliente reclama de 12 milhões de euros, valor que foi calculado tendo em conta as propriedades de seu irmão, José Benítez-Cubero Comentários.

  • 11 – Serviços de design gráfico
  • 2 O início da Idade Média
  • 3 Período Neocolonial 3.3.1 Luta contra Fulgencio Batista
  • Detalhes do Plano De Negócios Extenso
  • Empresa de personalização de veículos
  • Qual será o legado do presidente Barack Obama
  • Crie uma estratégia de geração de conteúdo
  • Dá terapias orientais

Nós tentamos chegar a um acordo, mas as posições estão muito distantes”, conta a ABC Fernando Osuna, advogado de Sofia Benítez-Cubero. “Ele oferece pouco e meu cliente pede muito”, acrescenta o advogado. Do mesmo modo, Osuna ressalta que, se José Benítez-Cubero Cañete de Bolsa tivesse feito testamento antes de morrer, “talvez Sofia apenas teria o direito à legítima rigorosa, mas ao não ter testamento, os seus herdeiros recebem todo em partes iguais”.

Durante todo este processo, o agricultor José Benítez-Cubero Comentários, o outro envolvido, preferiu manter o silêncio. Afastou-Se da imprensa e das câmaras e curiosos que faziam plantão em sua fazenda “Os Ojuelos”, em Goiânia (Sevilha). Inclusive, tem sido alvo de vários drones sobrevuelen suas propriedades e que o conflito com sua irmã aparecer em programas de prime-time na televisão.

Enquanto ele defende e protege a sua fortuna, que duplicou desde que seu pai morreu, Sofia luta pelo que acredita que lhe corresponde por direito. Os dois têm argumentos a favor e ambos querem que os tribunais lhes dêem a razão. Mas fora dos julgados de Sevilha, na rua, Benítez-Cubero Comentários, sente que já foi condenado pela sociedade.

Por isso, cansado de “essa história de bons e maus que foi gerado”, Miguel Minguet, seu advogado, decidiu falar pela primeira vez a um meio de comunicação sobre este assunto. “Meu cliente nunca soube que tinha uma irmã, até que se lhe interpôs pedido de filiação”, afirma Minguet em conversa telefônica com o ABC.

Ao que parece, ao mesmo tempo em que Sofia tomava posições nos julgados, seu irmão ia assimilando que seu pai teve uma filha antes que ele chegasse ao mundo. “Ele não deixou nenhum filho sem reconhecer, nem deixou ninguém que tivesse a seu cargo. ], que tem o mesmo parentesco com o meu cliente que com Sofia”, argumenta.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: