Google News Anuncia Que Fecha Em Portugal A Partir Do Dia 16 De Dezembro

Google News Anuncia Que Fecha Em Portugal A Partir Do Dia 16 De Dezembro

Essa parte da reforma entra em vigor no próximo dia 1 de janeiro, embora de momento não foram especificados claramente, nem o montante dos pagamentos ou através do qual a entidade de gestão teria que acabar com eles. Nem sequer há desenvolvimento regulamentar para a aplicação desta taxa, sobre o que a Secretaria de Estado de Cultura afirma que segue com o seu ‘roteiro’. Fontes do Ministério de Educação, Cultura e Esporte confirmam que se espera que o referido regulamento, esteja pronto “dentro dos primeiros seis meses do ano”, embora as liquidações são realizadas a partir de 1 de janeiro.

De fato, Richard Gingras, responsável do Google News, esteve em Madrid na segunda semana de outubro para informar a reforma legislativa “de primeira mão”. Ao final, foi ele mesmo quem foi informado de que a medida, em um comunicado oficial. Richard Gingras. “Uma vez que o Google Notícias é um serviço que gera receitas (não mostramos anúncios no site), esta nova abordagem é simplesmente insustentável”. 1. Desaparece o site para a Espanha. 2. Não aparecerão ‘indexadas’ notícias de meios espanhóis em nenhum site do Google News, nem mesmo nos de língua espanhola.

  • Twitter: 605
  • 1 Monogamia em série
  • Clara Luquero. Prefeita municipal de Uberlândia
  • Análise do posicionamento web. Análise da reputação online
  • Eventos offline. Faça muito Networking
  • 5 F. C. Barcelona
  • O tempo em Madrid: Cancelado. 21.4°C de mínima e 35.9°C de máxima
  • 7 ideias para usar o Instagram no seu e-commerce

Os editores afirmam que o Google e o resto de agregadores -também as redes sociais – lucram vinculando os conteúdos que eles produzem e que custam dinheiro. Contra isso, o Google insiste que News não obriga a nenhum meio para estar nesse serviço. De fato, desde o Google lembram-se de que a chave desta decisão encontra-se, logicamente, o caráter ‘indispensável’ para a cobrança desse canon; a empresa se nega a pagar os ‘cliques’ que gera. Assim, em países como Alemanha, França e Bélgica, onde foi tratado de obrigar a companhia a pagar por usar material sujeito a direitos de autor, têm vindo a diferentes soluções de consenso.

A Bélgica, a luta entre editores -a imprensa francesa, sobretudo – e o Google durou seis longos anos, até que em 2012 chegou a um acordo. Nestes três casos, nenhuma lei estabelecia o caráter irrenunciável do direito à cobrança da compensação por agregação de conteúdos. De acordo com informações fornecidas pela própria empresa, o Google News (ou Google Notícias) funciona em cerca de 70 países. Contém oito seções (Internacional, Nacional, Economia, Ciência e Tecnologia, Esportes, Entretenimento, Saúde e Mais populares), em que aparecem as notícias mais relevantes, de acordo com vários fatores, tais como o modo em que estão intituladas e hora de publicação.

o Google não usa editores para selecionar as notícias que aparecem no serviço, mas que são vários algoritmos que medem a relevância e o interesse dos usuários na hora de fazer essa seleção. A companhia dispõe de um completo manual de diretrizes de qualidade para editores de forma a que estes possam otimizar seus conteúdos e posicionarlos melhor.

No ano de 2003 foi lançado o álbum “Take a Look in the Mirror”, um disco que tenta timidamente voltar ao seu som original. Em fevereiro de 2005, Brian Welch toma a decisão de deixar o grupo para se dedicar a sua fé e a sua filha, depois de 12 anos e seis álbuns gravados em estúdio.

Korn é o primeiro álbum de estúdio da banda. Lançado em 1994, simultaneamente, por Immortal/Epic Records. Life Is Peachy é o segundo álbum do Korn. Foi lançado em 15 de outubro de 1996 Immortal/Epic Records e foi certificado duplo de platina pela RIAA nos Estados Unidos. Foi produzido por Ross Robinson, que também produziu o álbum de estréia da banda, decorrentes dos singles “A. D. I. D. A. S.”, “no Place to Hide” e “Good God”.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: