Estratégias Para O Ensino E Aprendizagem Das Ciências Sociais

Estratégias Para O Ensino E Aprendizagem Das Ciências Sociais

De acordo com Rodríguez (2006), a geografia é a ciência que estuda os elementos físicos, biológicos e humanos que acontecem e afetam o planeta Terra, sob a concepção desta como lugar de residência do homem. A Geografia Geral estuda cada elemento ou característica separada considerando a Terra como uma unidade.

ou seja, estuda as paisagens, tal como se encontrariam sem a intervenção dos grupos humanos (paisagens naturais). Inclui o estudo dos climas, das águas, das formas de relevo e os seres vivos em sua distribuição e significado para as paisagens. Para Rodríguez (2006), a geografia estuda o permanente e complexo processo de interação entre o homem e o meio, em seus múltiplos aspectos. Através desta ciência se descobrem e definem as características da natureza, das leis que a regem e do espaço onde se desenvolvem as possibilidades e interesses do homem. Isto tanto como ser social, bem como em suas relações com os outros grupos e lugares.

  • Fazer quando deixam um lado
  • Google Alerts
  • 14:55. “Gostaríamos que Denis Suárez voltasse, mas não está concretizado”
  • 1 As vantagens do marketing na nuvem para as empresas 1.1 Eficácia custada
  • 4 Análise de dados
  • 1 Visão geral 1.1 Seleção r
  • 25 de outubro, 2017 às 12:01 pm

A geografia é uma ciência fundamental para a interpretação desses fenômenos por estar deles passaram a fazer parte da realidade espacial. De lá, as complexas e diversas áreas de estudo que compõem a ciência geográfica, e suas necessárias vinculações com outras disciplinas. Do ponto de vista da sua formação, surge a primeira grande divisão básica da geografia em dois grandes ramos: a geografia física e a geografia humana.

A geografia física estuda e analisa os fatos que configuram as paisagens terrestres, em seus aspectos orgânicos e inorgânicos, mas sem atender à ação humana. Enquanto a geografia humana estuda os elementos da paisagem que foram criados pelas sociedades humanas, hoje ou no passado. Estado, a expansão da economia, as desigualdades sociais, a diversidade cultural em relação à globalização, entre outros.

a Partir desta concepção, a geografia tornou-se atualmente em uma das ciências que mais utilitário oferece ao homem. Em função do campo de estudo da geografia, Rodríguez (2006), explica que esta se encarrega de estudar fatos e fenômenos geográficos. Os primeiros são definidos como aqueles que ocorrem na superfície terrestre e se caracterizam por sua lentidão, permanência e estabilidade. Exemplos deles são a existência de vulcões, oceanos, vales, rios, ilhas, sistemas montanhosos e continentes, entre outros.

Para a Noruega (2001), o ensino é um processo onde todo aprendizado deve focar em permitir a melhor possível ou adequada interação do ser humano com sua realidade. Arranz (2006), por sua vez, expressa que o ensino-aprendizagem é um processo que põe em execução estratégias cognitivas e metacognitivas. Sendo as primeiras actos ou processos destinados a construir sentido, produzir conhecimento, alcançar a compreensão e lembrar.

As segundas são usados para monitorar e exercer controle mental sobre as variáveis ou características intrínsecas da pessoa, da tarefa e das estratégias de utilização e do ambiente. A critério de González (2005), “o ensino da geografia se viu submetida ultimamente em várias “revoluções conceituais”, paralelas e complementares, revoluções que afetam vários aspectos teóricos e didáticos da ciência em questão (p. 1). É válido, também, contemplar o ensino da geografia em diferentes instâncias de aprendizagem, projetando sempre a olhar para a relação entre duas ou mais delas.

Isto em função de permitir enriquecer o ensino e o crescimento docente como profissionais e como seres humanos. Aprender com a instituição, referência à função da instituição dentro do âmbito educacional, bem como as mudanças que as inovações induzem a realizar. Aprender com o educador, implica que os professores devem envolver os alunos na melhoria das práticas educativas; posto que aproveitam suas particularidades para que os conhecimentos construídos tenham absoluto sentido para a sua vida e lhe sejam úteis.

a Aprender com os materiais, meios e tecnologias é sobre a eficácia dos recursos pedagógicos utilizados pelo decente que deve desenvolver metodologias para responder às suas necessidades (individuais) dos alunos e avaliar a sua eficácia. Refletir sobre as experiências que se lhe apresentam para os alunos diariamente, será o primeiro passo de um processo de reconhecimento, tendo em vista melhorar as práticas pedagógicas diárias.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: