Estratégia De Negócios

Estratégia De Negócios

A gestão estratégica fornece uma direção para a empresa, que envolve objetivos da organização, políticas de desenvolvimento e planos desenvolvidos para atingir os objetivos e distribuir os recursos para implementar os planos. Na teoria e prática da gestão existem diferenças, uma vez que a gestão operacional preocupa-se em melhorar a eficiência e controle os custos dentro dos limites estabelecidos pela estratégia da empresa. A gestão estratégica envolve os conceitos de planejamento e pensamento estratégico. A formulação de uma estratégia envolve analisar o ecossistema em que opera a organização, para depois realizar uma série de decisões estratégicas sobre como competirá a organização.

Qual é o negócio da organização?

Termina com uma série de metas ou objectivos e medidas que a organização continua. Ecossistema externo: inclui o panorama político, econômico, social, tecnológico, legal e ambiental. Ecossistema industrial: comportamento competitivo de organizações rivais, poder de negociação de compradores e fornecedores, ameaça de novos concorrentes e a habilidade de compradores para substituir produtos. Qual é o negócio da organização? Quem é o cliente alvo para os produtos ou serviços oferecidos pela organização?

Onde estão os clientes e como compram? O que é considerado como “valor” para o cliente? Quais são os negócios, produtos e serviços devem incluir ou excluir no portfólio de ofertas? Qual é o alcance geográfico da organização? O que torna diferente a organização de seus concorrentes aos olhos dos clientes e dos acionistas?

  1. Excesso de produção ou produção antecipada
  2. 2 Garantia sobre os serviços
  3. 5 Escolher a Conta-Chave
  4. A empresa tem mais de 2 anos de vida

Quais são as habilidades e capacidades devem ser desenvolvidas dentro da empresa? Quais são as principais oportunidades e riscos para a empresa? Como pode crescer a empresa, tanto com o seu negócio como base de novos negócios? Como pode a organização gerar maior valor para os investidores? A implementação é o segundo processo de gestão estratégica, a qual envolve decisões com relação aos recursos da organização designados para executar a estratégia.

Estratégia como um padrão – um padrão consistente de comportamentos passados, uma estratégia emergente. Estratégia como posição – localizando marcas, produtos ou empresas dentro do mercado, baseado na estrutura conceitual dos consumidores ou outros agentes relacionados. Uma estratégia determinada principalmente por fatores externos à empresa. Estratégia como truque – uma manobra específica com a intenção de superar um concorrente. Estratégia como perspectiva – estratégia baseada na “Teoria do negócio”, ou a extensão natural da mentalidade ou perspectiva ideológica da organização.

] A disciplina surge de pensamentos anteriores e textos sobre estratégia, que remontam a milhares de anos atrás. Peter Drucker foi um téorico de gestão e autor de dezenas de livros com uma trajetória de 5 décadas. Escreveu que a resposta era determinada pelo cliente. Alfred Chandler reconheceu a importância de coordenar a atividade gerencial sob uma única estratégia.

As interações entre departamentos eram operadas lipicamente por gestores que transmitiam informações entre departamentos. Chandler ressaltou a importância de assumir uma perspectiva a longo prazo quando se olha para o futuro. Em sua obra de 1962 Strategy and Structure, ou Estratégia e Estrutura, Chandler mostrou que uma estratégia coordenada a longo prazo era necessária para dar-lhe estrutura, direção e foco para uma empresa. Igor Ansoff trabalhou com base nas obras de Chandler, agregando conceitos e inventando vocabulário. Desenvolveu uma matriz que compara as estratégias de penetração no mercado, desenvolvimento de produtos, o desenvolvimento do mercado, bem como a diversificação.

Porter escreveu em 1980 que as empresas deveriam tomar decisões sobre o seu alcance e o tipo de vantagem competitiva que desejam ter; de menor custo ou diferenciação. Também gerou uma mudança no modo como as empresas competiam, especificamente uma mudança do foco de produção para a abordagem do mercado. O conceito de estratégia, que predominou até a década de 1950 era criar um produto com alta qualidade técnica. Se creabas um produto que funciona bem e tinha boa duração, assumiu-se que não teria dificuldades de rentabilidade. Isto era conhecido como a orientação de produção.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: