Eles são Realmente úteis As Redes Sociais Para Procurar Emprego?

Eles são Realmente úteis As Redes Sociais Para Procurar Emprego?

Sim ou sim, há que estar na Rede para procurar trabalho. É algo que a estas alturas parece mais do que óbvio, mas também se pode passar por alto até que ponto o fato de ter um perfil na Internet pode ajudar na hora de ser selecionado. Por tudo isso, nós conversamos com Díaz-Llairó, que nos dá algumas chaves e dicas para tirar o máximo de desempenho para o nosso perfil virtual.

P. – Afirmou recentemente que contar com um currículo no Linkedin é dez vezes mais eficaz do que enviar um e-mail, P. – Então, o que oportunidades considera que nos oferece a Internet para encontrar trabalho? Você acha que em Portugal as redes sociais e outras ferramentas da web usados na procura de emprego de um modo adequado?

A oferta de recursos humanos baseia-se já na web 2.0 A seleção de talentos 2.0 é mais uma mudança de modelo mental que uma mudança tecnológica (as ferramentas 2.0 são muito intuitivas). As principais barreiras para implementar esta troca de informação estão relacionadas com as diretrizes e normas de conduta estabelecidas nas empresas. As mais hierárquicas demorarão mais tempo para se adaptar. P. – Que conselhos daria para ter mais possibilidades na hora de encontrar um emprego através da Internet?

quais são as coisas Que se devem fazer? As redes sociais são uma “vitrine de talentos”, mas é necessário interagir para ter uma maior visibilidade e nos ajudar na busca de emprego e / ou desenvolvimento de nosso negócio. Também é importante ser coerente com os nossos interesses em desenvolver uma carreira profissional determinada e criar uma marca pessoal, 2.0, seguindo algumas orientações, como as seguintes.

na hora de expor o nosso perfil, são muito importantes dois conselhos. P. – E as empresas, A estratégia de seleção de talentos 2.0 é baseado em quatro princípios ou sementes básicas: colaboração, tecnologia, inovação e transparência. Centram-Se nas redes sociais em que se encontram os potenciais empregados. A oportunidade que oferecem estas redes é, principalmente, a de segmentar nossos candidatos em uma catalogação que antes não era possível. Aqui cabe destacar a rede profissional com mais utilizadores a nível mundial, como o Linkedin, e em Portugal, podemos citar também a Xing e Viadeo.

  • receitas
  • Ensina os turistas a sua bela cidade
  • Escuta ativa
  • Aumentar a visibilidade da marca
  • Controle e análise do posicionamento online
  • Objectivos e estratégia digital
  • Periscope, emissões “caseiras” de vídeo em directo

em Relação ao Facebook, ainda não nasceu como uma rede social profissional, é uma rede generalista, com um elevado potencial para candidatos e empresas, pois oferece a possibilidade de publicar ofertas de emprego, eventos corporativos, etc., P. – Diante da atual crise econômica, o Internet o mais oportunidades profissionais que os outros meios tradicionais? As redes sociais são uma grande ajuda às empresas para reduzir os custos de seleção e isso favorece o seu crescimento e adaptação das empresas em tiempor de crise. P. – Por último, o 80% da “Geração y” está nas redes sociais -são a nova safra de talentos das empresas – e de acordo com um relatório da Fundação Telefônica 2010, 70% dos espanhóis acessam a Internet diariamente.

Outro autor importante, aqui, é Michael Porter, que desenvolveu estratégias competitivas (estratégias genéricas de Porter) e uma série de matrizes de análise industrial, análise de Porter das cinco forças, a cadeia de valor, etc., neste livro, Eliyahu Goldratt mostra a essência de sua teoria. A desenvolve de forma lúdica no ambiente de uma empresa de manufatura condenada à liquidação; seu gerente, Alex Rogo, tem três meses para recuperar a rentabilidade da empresa e a estabilidade em sua família.

Identificar as restrições do sistema. Subordinar tudo à decisão acima. Superar a restrição do sistema (elevar sua capacidade). Se os passos acima, você quebrou uma restrição, voltar ao passo (1), mas não permitir a inércia. A gestão da qualidade total (TQM, do inglês Total Quality Management) é uma estratégia de administração orientada a criar consciência de qualidade em todos os processos organizacionais. A TQM tem sido amplamente utilizado na fabricação, educação, governo e indústrias de serviço. É chamado de “total”, porque ela é interessada a organização da empresa globalmente considerada e as pessoas que nela trabalham. Portanto, trata-se de uma reconcepción fundamental e de uma visão holística de uma organização.

Perguntas como: por que fazemos o que fazemos? por que o fazemos, como fazemos? A noção de excelência organizacional surge como um domínio conceitual e estratégico nas ciências da administração na década de 1980, que se caracterizou pelo impacto de três novos modelos teóricos da administração, intimamente ligados.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: