Dez Dicas Para Empreender Em Setembro

Dez Dicas Para Empreender Em Setembro

Setembro é um dos meses mais dinâmicos em relação ao empreendedorismo e criação de empresas. Assim o confirmam os dados do INE, correspondentes ao mês de setembro de 2016. Nesse momento, de acordo com suas estatísticas, foram criados um total de 7.000 novas corporações. A cifra coloca este período como um dos mais ativos nesse sentido.

É por isso que, desde RB Ruiz Beato Advogados reuniram estas dez dicas para começar os projetos com maiores probabilidades de sucesso. Produto ou serviço testado. Ter claro o negócio é fundamental. Ter testado o produto ou serviço que você irá comercializar, ver como funciona, se cumpre com os objectivos traçados, se conta com o diferencial que se pretender, etc

1. Conhecer o mercado e a concorrência. Fazer uma análise do mercado em que você vai vender o produto ou serviço específico, bem como da competência que existe. Uma boa avaliação inicial de ambos os fatores favorece um bom serviço para os clientes. 2. Cuidar da marca online e offline.

  • Desenvolve uma marca
  • 2 Os colonos
  • Vapid Brigar
  • Energia Eólica
  • Vendas de utensílios de cozinha (força comercial externa/networking)
  • Um U. E. N. precisa de mais recursos do que pode lhe fornecer a empresa
  • Corajoso Pilar ! Um abraço

Tanto o site, como as redes sociais, os domínios, etc., devem ser planejadas e de cuidar de si mesmo. E não só em Portugal, mas também face ao exterior. 3. Assinatura de um pacto de parceiros. Para começar bem um negócio é fundamental que os parceiros tenham claro qual é o trabalho de cada um, como vai funcionar a empresa. Quais funções devem desempenhar, que a remuneração vai perceber cada um, etc

4. Escolher bons funcionários. Além de bons profissionais, que venham a desenvolver bem suas funções, é preciso que sejam pessoas que compartilham a ilusão de um projeto comum, que lhes seduz a vontade de criar e que tenham ambição para ver crescer algo próprio. Também há que exigir, mas compreender os empregados.

A empatia é fundamental. 5. Financiamento. Não é aconselhável para começar um negócio sem ter um financiamento que garanta a viabilidade da empresa e a duração da mesma. Por isso, a escolha de um bom sistema de financiamento é muito importante para iniciar um projeto. 6. Aproveita a terceirização. É importante redução de custos, especialmente no início. Por isso, é boa ideia terceirizar certos serviços, para poupar custos. Desta forma, você pode ter toda a estrutura, mas sem ter que contratar funcionários de todas as áreas. 7. Separar as amizades. Também não é recomendável iniciar um negócio com um amigo, por se existem diferenças no futuro.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: