Como Vender Uma Ideia De Negócio

Como Vender Uma Ideia De Negócio

Certeza que você já deve ter ouvido falar do ‘lançamento no elevador’ e de sua enorme relevância, embora a sua entrada em cena não seja a mais apropriada para a maioria das situações formais de apresentação de um negócio. Não exagere nem complicar o seu discurso. Você deve ser cuidadoso e evitar expor um discurso em um sentido muito geral, já que estaria concedendo à audiência a chance de interromper sua exposição.

E ter que explicar algo que não seja significativo ou voltar para trás, a mensagem pode abrir novas portas para o debate, impactando negativamente no tempo, com que contas para transmitir sua ideia. As mudanças organizacionais ou estruturais não são nada positivos, é fundamental apresentar um conjunto claro de objectivos realistas que você possa alcançar a sua empresa, e que atribuem às suas idéias a maior chance possível de sucesso. Destacar a sua credibilidade e sucessos anteriores.

Saber o que desejam os investidores. Além disso, deve ter-se presente que os investidores lhes interessa tanto saber de onde surgiu a idéia, como a idéia em si mesma. Você pode aproveitar este aspecto para fazer menção a sua trajetória empresarial, e nomear a algum colega que considere competente para criar uma marca pessoal credível ou dirigir um projeto. As competências e a experiência vão ser fatores-chave para estabelecer relações duradouras, mas antes você tem que mostrar que a sua idéia é apta para criar uma empresa e, para conseguir o dinheiro dos acionistas. Para expor tudo isso vai ajudá-lo a apresentação de estatísticas e ilustrações relevantes e/ou exemplos semelhantes que estão funcionando no mundo real.

Ser consciente do que você pede e por que. Os melhores apresentadores fazem aflorar a sua paixão ao expor seu discurso. No entanto, nunca se deixam levar pelas ideias. Ao final, as soluções que ofereças o lançamento devem estar vinculadas a um aspecto imperativo empresarial. Em outras palavras, o melhor é certificar-se de que o problema que você está tentando resolver com o seu projecto responde a uma necessidade imediata ou previsível, e que se encaixa com a filosofia geral da organização e de seus membros. Concentrar-se na elaboração de sua história.

A maneira mais eficaz de vender as idéias é através de uma história que seja atraente, o qual vem a ser hoje em dia uma habilidade vital. Crer no que você diz é tão importante quanto a forma em que o dizes, e ser consciente disso, irá ajudá-lo a reforçar a sua ligação com o público. Claro, você terá que ir variando os pontos a mencionar, a fim de se adaptar ao cenário e limitar a quantidade de linguagem técnica, de forma que a informação esteja acessível.

  • Redes de blogs e a publicação
  • Avanço: metal gear solid V: The Phantom Pain
  • 5 a 5. Otimiza constantemente
  • Gravadores de CD Data DVD Data
  • Google+: 55

O exemplo se pode ver em Shipley, uma companhia energética, que elaborou uma história interessante, que conseguiu cativar os investidores, e conseguiu eliminando a terminologia técnica e deixando que a história em si seja convincente. Gerir as suas expectativas e as dos outros. Na venda de uma ideia de negócio, o que se persegue é infundir confiança. Você deve desenvolver uma abordagem sistemática para a gestão não apenas de suas expectativas, mas também de todas as outras partes interessadas. Tente imaginar como segmentar a sua ideia em seções e protocolos gerenciáveis, com o fim de que qualquer pessoa que trabalhe no projeto se beneficie de um grau de autonomia.

Ao fim e ao cabo, o desejável em um computador é que prometa menos e contribuição a mais. Preparar respostas a possíveis perguntas difíceis. Provavelmente, ao final de seu discurso, você terá que enfrentar algumas perguntas, especialmente concebidas para pillarte em guarda baixa. Em um cenário em que a maior parte de seu argumento vai orientada para convencer os outros, serão as suas últimas impressões – primeiras – as que maior interesse suscitem. Tenta na medida do possível controlar a energia da sala e responde a essas perguntas tão rápido quanto você pode, antes de passar para demonstrar aquilo que se sente verdadeiramente seguro.

Storytelling não é uma habilidade inerente, menos ainda quando se trata de visualização de dados e quando as ferramentas de que dispomos, não favorecem a tarefa. Este livro mostra como ir além dos instrumentos convencionais para chegar à raiz dos dados, e como usá-los para criar uma história cativante e convincente. O termo “Unbrandable” refere-se a um novo tipo de consumidor: inteligente, sensível à falta de autenticidade, suspeito de comercialização de produtos que não querem ou que são prejudiciais ao meio ambiente.

Este livro é uma brilhante análise sobre as marcas que estão sendo capazes de chegar a esta nova geração de consumidores céticos, através de uma abordagem mais autêntico. Marcas como Muji, do Japão, ou Deus ex Machina, da Austrália, são dois exemplos de empresas incluídas pelo autor. Adam Stone examina cinqüenta marcas e pessoas que aprenderam a prosperar com este novo modelo marca horizontal, tomando uma abordagem mais criativa e transparente. Um curso bastante completo e focado no Social Media Plano que vem explicado através de um documento de fácil compreensão.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: