Como Impulsionar O Meu Negócio Nas Redes Sociais?

Como Impulsionar O Meu Negócio Nas Redes Sociais?

O emprego das redes sociais já faz parte dos usos e costumes de milhões de pessoas em todo o mundo. Também, embora neste terreno se acumula ainda um atraso considerável, como via para potencializar os negócios. Os especialistas concordam em que redes como Facebook, Twitter, ou LinkedIn constituem uma ferramenta de grande utilidade para os autônomos em comunicação interativa com os clientes, assim como um serviço de translado para o comércio eletrônico. Mas não apenas como meio para implementar uma estratégia de fidelização de clientes: também permitem a criação de vínculos entre os profissionais para compartilhar experiências.

A fundação Fundetec, em sua última edição do estudo “O Trabalhador Autônomo e da Sociedade da Informação 2011′ analisa o grau de penetração das redes sociais entre o grupo dos autônomos. Além disso, o percentual de autônomos que, além de conhecê-las, utiliza as redes sociais, aumentou em 8% em relação ao ano anterior analisado, situando-se em 45% dos conhecedores destas ferramentas.

Por setores, o seu uso é mais frequente nos da hotelaria e automóvel, comércio e serviços pessoais (acima de 50%). Facebook é o rei indiscutível entre os autônomos que utilizam as redes sociais (95% declaram usá-lo). Assim que cada vez mais pequenos empresários se coloca o seguinte dilema:

É uma pergunta que requer uma análise mais vagaroso do que à primeira vista possa parecer. Não se trata apenas de criar um perfil do Facebook ou do twitter de um par de mensagens que publicitem o negócio ou um de seus produtos. Em primeiro lugar, há que ter em conta as características dos clientes, bem como o esforço em tempo e em custo, que vai assumir, assumir uma estratégia de ‘social media’.

  • Competências em comunicação: saber mover os conteúdos para um público determinado
  • A: os triângulos têm quatro lados
  • 2 Na linguagem comum
  • Booch, G. (2007). Tips on Business Collaboration. IDC, DirectoryM
  • Seus lanches: quem colocaria hoje

Pois as empresas de médio e grande porte podem ter recursos para contratar um “community manager” que se encarregue desse trabalho. Não é o caso, infelizmente, de os independentes. O salto para as redes sociais é uma boa idéia se a maioria dos clientes -atuais e potenciais – utiliza de forma habitual essas ferramentas de comunicação.

Também se são suficientemente numerosos para rentabilizar o investimento. E, por último, quando tiver a capacidade de dedicar os recursos necessários para ter uma presença que esteja à altura do seu negócio, estratégia de comunicação e expectativas dos clientes. É dizer, quando você tem tempo e dinheiro para contratar alguém que aconselhá-lo e ajudá-lo. O segundo passo é preparar um plano de ‘social media’. Para isso, primeiro é necessário que o conteúdo que estás a divulgar através das redes sociais seja relevante e que agregue valor.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: