Como Encaixar Qualquer Crítica Com Bom Humor, De Acordo Com Cruzcampo

Como Encaixar Qualquer Crítica Com Bom Humor, De Acordo Com Cruzcampo

Em julho de 2017 publicar 40 tweets sobre a cerveja que são a cana. Havia tantos piadas sobre Cruzcampo que tinham o seu próprio número. —Eu tenho Cruzcampo você vale? —Claro, aliás, só tenho um bilhete do Monopólio Você Como se você tomar a cerveja? Verne por telefone, o responsável de marketing de Cruzcampo, Borja Manso. Laboratórios estão muito acostumados a lidar com comentários negativos nas redes sociais.

Manso. Este é um exemplo de uma das críticas construtivas que a empresa recebe. É como se escurrieras de um meia de um mendigo dentro de uma garrafa com alho e ovos podres. Para, finalmente, adicionar a água suja do espanador de uma discoteca e um rato dissolvida do metrô de nova york, dando-lhe aquele toque tão especial! Esta é a resposta, com muito bom humor, ao tweet anterior. Sim, claro, até Nova Iorque vamos indo. O rato é de Chiclana. Na companhia acreditam que as piadas contra Cruzcampo começaram a ser “sistemáticos” na internet “há três ou quatro anos”. O sério e o mais lido? Não nos estranha, foi muito bom.

Aqui apresentamos todos os documentos. Que saibas que sabe o xixi de gato, já de si, não é muito normal. Uma pena. Se te anima a experimentar algum dia a nova Cruzcampo Especial e você gosta, contacte-nos. Cruzcampo tem 59.000 seguidores no Twitter. Esta rede social, muito mais conversacional que Facebook ou Instagram, é o foco da maioria das brincadeiras: “Há graças que nos rimos. O povo é muito inteligente, estão no Twitter para se divertir”. Cruzcampo nasceu em Sevilha, em 1904. É uma das marcas mais emblemáticas da capital andaluza.

  • A “fábula palliata, crepidata” ou comédia romana de assunto grego
  • Maria dos Anjos Urena. Presidente da Confederação Hidrográfica do Jucar
  • Eutiquio Ramos, coordenador de acervos do AGN 1984-1988 (Arquivo Geral da Nação México)
  • Sei constante
  • Cria e publica conteúdo

Se você é andaluz, ou tem amigos andaluzes, com certeza você conhece pessoas que não só gostam de Cruzcampo: a defendem até a morte. Segundo Manso, isso se deve a que a cerveja tem um perfil organoléptico diferente do habitual. Como é que ninguém pensa em ajudar este homem? Manso acredita que a concorrência entre as marcas de cerveja é muito regional: “No sul também critica a marcas de cerveja do que em outras zonas de Portugal têm melhor consideração”. É verdade. Os galegos defendem Estrella Galicia, os granadinos a Alhambra e os madrilenos a Mahou.

, Mas nenhuma dessas marcas sofre tantas piadas nas redes sociais: não há nada parecido com o linchamento contra Cruzcampo. Se nos repetem mil vezes que a cerveja Cruzcampo está ruim -como acontece no Twitter-, assim fica estabelecido no imaginário coletivo. Pode ser que nem beba álcool, mas você parece que Cruzcampo não é rica porque você já viu muitos memes a respeito.

É algo parecido com o que acontece com a pizza com abacaxi (embora esse tópico não haja discussão, é horrível). Cruzcampo é alvo de piadas sem, normalmente, essa formação de bandos. Quando se dá geralmente em relação a Mahou. Manso garante que a sua resposta em redes sociais não tem afetado as vendas de Cruzcampo, sem dar mais detalhes. Portugal. O mais parecido é o mapa da cerveja mais consumida por comunidades autónomas da Kantar Media, que pode consultar neste link: Cruzcampo é a marca de cerveja mais vendida em Andaluzia e Extremadura. Aqui vos deixamos alguns exemplos do bom humor de Cruzcampo para enfrentar qualquer tipo de crítica.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: