Como Desenvolver Seu Próprio Modelo Para O Blog

Como Desenvolver Seu Próprio Modelo Para O Blog

�Você gostaria de ter uma dessas modelos elegantes para WordPress ou Blogger? É tão fácil como instalar (operação que requer apenas o download de todos os arquivos que compõem o modelo e a sua activação) uma delas, em qualquer dos milhares de sites dedicados ao assunto. Contudo, é habitual que, após uns primeiros passos usando os modelos que vêm por padrão nos sistemas de publicação, ou descarregando um desses fabulosos themes, um quer experimentar algo mais avançado, desenvolvendo a sua própria. Na maioria das plataformas de blogging é possível modificar diretamente os códigos HTML e CSS, mas isso requer muita paciência e um pouco de conhecimento técnico.

Uma má modelo pode estragar o seu blog. Então, se você vai desenvolver a sua própria, é imprescindível cuidar de uma série de aspectos importantes. Os fundamentos podem ser agrupados em dois grupos: design gráfico e localização dos elementos. Tanto um como outro influenciam, além disso, a acessibilidade e usabilidade da página.

E em questões como o desempenho de sistemas de publicidade, como o Adsense do Google. Pode-se surpreender de como um aparentemente inocente, mudança de modelo pode atrair muito mais tráfego e gerar o dobro de ganhos com o google adsense. Quanto ao design, se é verdade que para gostos estão as cores, está demonstrado que há determinados factores que beneficiam ou afundar um blog.

Tamanho de letra muito pequeno, cores escuras, contrastes inadequados, gráficos em movimento, links confusos, sobrecarga de elementos, etc., É melhor um design limpo, fundos claros e textos legíveis, sem esforço visual. O cabeçalho é a primeira coisa que vêem seus leitores. Se possível, desenhe e identifique o seu blog, com um logótipo original ou uma imagem que o defina.

Quais itens incluir e como distribuí-los? Não existem regras fixas, mas sim, temos uma idéia de como quer a maioria dos leitores de blogs. Assim, não inventes nem se depara muito com isso. Os blogs em uma única coluna estiveram bem como exploração, mas não permitem uma adequada colocação dos elementos.

O mesmo acontece com os modelos estilo “magazine”. Se não for bem feito, são ideais para manter completamente o leitor. Um menu superior (abaixo do cabeçalho) com as seguintes opções: Informações sobre o autor do blog (“sobre mim”), como entrar em contato com ele, categorias e arquivos. A navegação através do histórico do blog é vital. Não há nada pior do que o leitor não possa encontrar facilmente informação antiga.

Eu não sou partidário dos calendários, fazem muito tediosa pesquisa; é melhor oferecer a lista completa de posts por meses e categorias. Esses são os pontos básicos, mas, logicamente, existem outros que podem ser acrescentados a gosto do autor do blog. Em um artigo posterior, veremos de que maneira é conveniente colocar os anúncios de publicidade.

E, ultimamente, está claro, é necessário inserir widgets que integram o nosso blog com o Twitter e redes sociais. Por exemplo, costuma-se incluir na parte superior da barra lateral de nosso tweet mais recente, pequenos botões ou banners com links para nossos perfis em sites de redes sociais que participamos: Facebook, Delicious, Friendfeed, para o Tumblr, etc

  • 3 Modos de realização e objetivos
  • O movimento e o engagement
  • todas as amostras
  • The century of the self (2002) [Documentário]. Dirigido por Adam Curtis. Reino Unido: BBC Tour
  • Livro: Minha vida, uma arte
  • 3 A escolástica
  • 4 Governo Provisório de Leôncio Elias

nós Temos o projeto e a localização dos elementos, como Se tem conhecimentos de programação, construir um theme WordPress, por exemplo, não é difícil. Você também pode criar um theme em branco. Realmente não são themes vazios, mas themes simples, minimalistas e pouco sofisticados, ideais para aprender a estrutura e ir ajustando a nosso gosto. A solução mais rápida, principalmente se não tivermos tempo (quem não tem falta de tempo!). Mas a melhor maneira, se você não é técnico ou não tem tempo, é usar um gerador de modelos, como Template Generator ou WordPress Theme Generator (para WordPress). Ou doTemplate (WordPress e Blogger). Com alguns cliques você terá uma modelo, desenvolvida por ti, pronta para usar.

Por um lado, do pensamento reflexivo ressalta-se a dialética, onde se consegue suportar e integrar-se a existência de pontos de vista contrários. Além disso, dentro do pensamento reflexivo, o adulto conecta, questiona e infere. Os adultos que têm a possibilidade de assistir a centros de educação superior tais como as universidades conseguem ter um pensamento avançado, uma vez que obtêm aprendizagem de tarefas intelectuais, ideias e novos processos, pessoas, desafios intelectuais, melhora a comunicação. Além disso, alguns estudos apontam que o uso das tecnologias de informação e comunicação (TIC), para construir novos processos cognitivos. Sabendo-se que, os estudos sobre a cognição mostram processos emocionais vinculados à aprendizagem, a atenção, a decisão e o funcionamento social.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: