Como Afeta O TDAH Na Adolescência E Os Desafios Da Secundária

Como Afeta O TDAH Na Adolescência E Os Desafios Da Secundária

Não existem dois adolescentes com TDAH iguais, os sintomas variam entre meninos e meninas, e dependem do tipo de TDAH, seu ambiente, suas características individuais e de outros problemas que possa apresentar em conjunto. Em geral, os adolescentes com TDAH tendem a manifestar a menos que os sintomas de hiperatividade que nós associamos com o TDAH em crianças. Essas são as boas notícias. Mas uma vez que as crianças chegam à educação secundária, o que se espera deles a nível académico e social, aumenta consideravelmente, e isto pode ser especialmente difícil para os adolescentes com TDAH.

A nível de desenvolvimento, espera-se que os adolescentes sejam mais autônomos, com menos organização em sua vida escolar e em casa e menos supervisão de pais e mestres. Pense nisso como um gráfico com a linha para estrutura e supervisão indo para baixo, e a linha para as demandas e expectativas, indo para cima. As linhas cruzam-se na adolescência, e de acordo com a lacuna torna-se mais ampla, os desafios para as crianças com TDAH são multiplicados.

  • Determinar em quais redes sociais, vamos ter a presença
  • Regions (discussão) 01:12 18 jun 2015 (UTC)
  • 20 dicas para criar um blog em WordPress
  • 1 Sustentabilidade Ambiental
  • Mecânico de bicicletas. Conserta bicicletas ou píntalas
  • Wikipedija*10 *11 *12 *13 *14 – Bósnio, croata, esloveno, maltês, servo-croata
  • 27 horas. A ‘fan zone’ do Real Madrid vai tomando cor. Será que animam os fãs brancos

Além disso, os adolescentes são mais suscetíveis à influência de seus companheiros, a qual se torna mais forte nos anos da adolescência, à medida que as crianças se afastam de seus pais e outras figuras de autoridade. Se o seu filho tem TDAH, é importante estar alerta para os desafios que se vão apresentar, em muitas áreas, não apenas em seu desempenho na escola.

Convém estar atento a possíveis dificuldades nas relações com os amigos, desempenho emocional, condução e comportamentos imprudentes. Detalhamos a seguir estas áreas, uma por uma. Sem apoio, os adolescentes com TDAH tendem a ter piores notas em testes padronizados, e uma maior taxa de insucesso escolar e suspensões por má conduta. Mesmo se a hiperatividade e impulsividade não são um problema importante para o adolescente, os sintomas associados com a falta de atenção e dificuldade para se organizar, podem fazer estragos quando aumentam as expectativas acadêmicas. Como você pode ajudar: Certifique-se de que seu filho tem acesso a todas as ajudas que precise da escola e dos exames.

Um tutor pode ajudá-lo se você estiver tendo problemas com algum assunto em particular, ou ajudá-lo com disciplina a hora de fazer os deveres. Ajudá-lo a organizar-se (e manter-se organizado) pode ser crítico, quer que o façam, criando uma estrutura para trabalhar em casa, ou procurar um coach de organização, cuja missão seja ajudá-lo a aprender a organizar-se ele mesmo.

Cerca de metade dos adolescentes com TDAH têm problemas sérios em suas relações com os colegas. As pesquisas mostram que tendem a ter menos amigos combinadas e uma maior tendência a ser ignorados ou rejeitados por seus iguais. Também têm mais probabilidades de ser vítimas de assédio escolar ou assediar outros. O que pode dever-se à falta de habilidades sociais e de comunicação; pode ser que não escute seus amigos, não consigam captar regras sociais importantes, ou agir de forma impulsiva ou incomoda.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: