80% Entra No Estrangeiro, Sobretudo De Itália

80% Entra No Estrangeiro, Sobretudo De Itália

Isto vai por picos. Depois de um ano que tem dado bons resultados está formada, é normal que no ano seguinte, baixem as prisões. O que se disfarça aqui no Brasil, geralmente, não é de boa qualidade, mas, sim, é uma farsa perigosa que, se não se põe atenção pode coar no mercado”.

Estava na lista, mesmo do Banco Central Europeu.

Em janeiro de 2014, caiu em Toledo Rafael Velasco Cedrom, um jienense de 60 anos. A Polícia considerado o maior e melhor falsificador de notas de 50 euros em Espanha. Um dos melhores especialistas, sem dúvida. Estava na lista, mesmo do Banco Central Europeu. Seu centro de operações era um chalé de Toledo, onde era capaz de fabricar 2.500 euros falsos por dia. Além disso, começava já a imitar muito bem notas de 100 dólares.

  1. 5 Efemérides contemporâneas do tequila
  2. Comprar e vender domínios web
  3. Negócios são negócios – 2004 – Jope de Bernardi Exibe
  4. O negócio vai à falência e se desperdiça o dinheiro e tempo
  5. Não confie apenas os conselhos de outros
  6. Escolha o tipo de negócio ou actividade profissional
  7. 1 Tipos de pesquisas ganonistas 1.1 Pesquisa qualitativa
  8. Nome e posto

Já havia sido preso no ano de 2000, acusado de falsificar 3,5 milhões de dólares. Um autodidata, aprendeu depois de trabalhar e montar várias gráficas. Vendia os bilhetes a 10% do seu valor real, ou seja, os compradores só pagam cinco euros por cada nota de 50. Lhe descobriram depois de seguir a lista de vários dos seus bilhetes colocados em lojas de Jaén.

Falsificaba, junto com sua mulher colombiana. Suas notas chegaram a aparecer na Bélgica, Holanda, Portugal, Roménia e Grécia. Um centro de análise classifica cada bilhete que identifica com o mesmo indicativo de outros de seu lote Outras operações importantes de 2014 ocorreu em julho. A Brigada deteve-se em Madrid a três espanhóis que haviam montado um complexo do laboratório e acumulavam material e máquinas para fabricar mais de quatro milhões de euros. O grupo havia comprado mesmo na China papel com fio de segurança inserido, imitando o papel moeda com que se fabricam os euros.

Todos estes detalhes são analisados pelo Centro Nacional de Análise (CNA) do Banco de Portugal. Este departamento é o encarregado de classificar um bilhete falso, colocar um indicativo, quando o bilhete é detectada pela primeira vez. Nesse mesmo indicativo será atribuído, sempre que se detectem novos bilhetes falsos que por seus iguais características pertencem ao mesmo lote de falsificação.

Por exemplo, o ES40050K0001. Por isso, se em setembro de 2014, começou a circular a nota de 10 euros, está previsto que o 25 de novembro de 2015, entrei em circulação de 20 euros, com o objectivo, entre outros, de combater a falsificação. Como detectar se o bilhete é falso? A Polícia e o Banco de Portugal lembram-se da fórmula que se resume em “tocar, olhar e virar”. O papel dos bilhetes tem um toque característico. Feito com fibras de algodão, o papel é resistente, um pouco áspera e com certo relevo perceptível se você arranhar com a unha.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: