7 Exemplos Das Melhores Campanhas Virais

7 Exemplos Das Melhores Campanhas Virais

Os anúncios virais tomam muitas vezes a forma de divertidos videoclipes ou jogos interativos. Mas pode ser válido qualquer formato que pode nos acontecer. Desde notícias escritas, um software para o computador, de uma carta de correio. O importante é ter muito claro que o marketing viral não é um objetivo em si mesmo.

É uma parte de uma estratégia abrangente com o objetivo de incentivar as pessoas a passar de uns a outros a mensagem que nos interessa. O marketing viral nas redes sociais a seu aliado perfeito. Trata-Se de ferramentas que existem para aqueles que estão interessados em um produto, serviço ou marca, agregando conteúdos de valor para os mesmos e interagindo para gerar um sentimento de pertença.

o sucesso de uma campanha viral não depende apenas das redes sociais. De fato, existem iniciativas históricas que resultaram virais sem usar essas ferramentas. Há pouco tempo teve lugar o Mobile Word Congress (MWC) de 2016. Um encontro que foi inaugurada “surpresa”, o líder Facebook. Mark Zuckerberg. Durante a iniciativa, de vários dias de duração, foram analisadas as novidades mais importantes do setor. A imagem tornou-se um bom exercício de marketing viral.

Todo mundo falou em suas conversas cotidianas sobre a realidade virtual e o que esta nos reserva. E é que a presença de Zuckerberg pegou de surpresa os ali presentes e mais esta instantâneo, que o próprio fundador do Facebook se encarregou de compartilhar com rapidez no seu mural.

A expansão de seu conteúdo não tardou a irradiar por todos os cantos do planeta. 2: Hawkers e Aramón: O Yeti em Formigal? Também recente é a campanha de marketing viral lançada pela marca de óculos de sol Hawkers e Aramón, a sociedade que gerencia as estações de esqui de Aragão. A campanha durou várias semanas, o tempo que levava nos meios de comunicação a notícia de que um grupo de esquiadores tinha visto o Yeti nesta estação de esqui, como mostra a fotografia seguinte.

  1. Melhoria da biblioteca de multimédia
  2. 1 Violação do direito à privacidade
  3. Blogs de finanças
  4. Define o objetivo do concurso ou sorteio nas redes sociais
  5. 3, Olhando para o cliente ou público-alvo
  6. Por meio do GuestBlogging
  7. Ganhar a atenção
  8. São fáceis de usar, sem custos (ou muito baratas)

Uma imagem do “Homem das Neves”, que foi compartilhada por estranhos e famosos, pois até o mesmo Fonsi Nieto se preocupar com a integridade dos que gostaram desse espaço. O Yeti em Formigal? Mas, sem dúvida, a campanha mais bem sucedida da história do marketing viral em nosso país foi, Amo a Laura.

Realizada pela BBDO para a MTV, trata-se da primeira iniciativa, que usou apenas a internet para divulgá-la. O sucesso foi tal que hoje em dia todos lembramo-nos dela. Fazer uma campanha viral não é sinônimo de empresas, marcas, produtos ou serviços. Também pode servir como ferramenta para tomar consciência.

Como mostra a campanha que levou a cabo Pablo Herreros contra os programas de televisão que convidam e pagam a pessoas condenadas. Tanto que impulsionou a queda de vários programas de televisão. Quem quiser fazer memória que visite este link. Corria o ano de 2008, quando Rodolfo Chikilicuatre, lançado no programa de Andreu Buenafuente, representou Portugal no Festival Eurovisão da canção. Parece que vive entre nós, desde as origens da fotografia, mas o selfie só leva instalados em nossos cérebros dois anos. Exatamente a partir da celebração do Oscar 2014, quando Ellen Degeners tweetou o que, naquele momento, se tornou o tweet mais retuiteado da história.

Kevin Spacey, Julia Roberts e Brad Pitt tiveram de meras figurantes de um instantâneo protagonizado pela própria atriz, Jennifer Lawrence e Bradley Cooper, que atuou como fotógrafo. A ele devemos os postureos, paus e outras notícias que continuam gerando-se dois anos depois. Embora esse sorriso é o perdoamos.

O sucesso de Bere Caixas serve para constatar que o marketing viral não está pensado apenas para campanhas de alto orçamento. Este empreendedor tem apostado nas redes sociais para promover a sua marca, através do sucesso de sua reputação, e, assim, melhorar suas vendas. Um dos exemplos mais paradigmáticos de suas ações na Internet é o famoso nó de gravata Windsor, que conta com mais de 11 milhões de acessos na rede. Quem se atreve a tirar-lhe o posto? O que te pareceu estes exemplos de marketing viral? Espero que com estes exemplos já tenha mais claro o que é e, de passagem, que tenhas passado um bom momento. O que te pareceu? Qual é a sua campanha favorita? Eu estou ansioso para ler suas respostas!

Joana

Os comentários estão fechados.
error: