▷ 10 Chaves Para Conseguir Seguidores De Qualidade Em Redes Sociais

▷ 10 Chaves Para Conseguir Seguidores De Qualidade Em Redes Sociais

�Por que te empeñas em engordar o número de seguidores no Facebook ou no Twitter, em vez de concentrar todos os seus esforços por conseguir, ao menos, um usuário que lhe interessa de verdade o seu negócio? Desde que surgiu o boom das redes sociais, muitos de nós perguntamos que prima mais, se a quantidade ou a qualidade. O certo é que há um grande debate sobre isso. Por um lado, ter seguidores da reputação da sua marca e, por outro lado, ter seguidores de qualidade é benéfico porque estes são ativos e agregam valor para a comunidade.

Por isso, meu conselho é que você tenha uma comunidade mediana, ou até mesmo pequena, mas com seguidores de qualidade. “curtir”, clique em pin, etc., Em suma, que interagem contigo ou sua marca. De todas maneiras, isto é muito bonito dizer isso, mas… Qual é a fórmula para conseguir isso?

  • 2013 Cristiano Ronaldo (Real Madrid/Portugal)
  • Setembro 84
  • 5 Artes cênicas
  • Preparação e apresentação. – Apresentação de sua empresa

Como aumentar a sua comunidade e conseguir seguidores de qualidade? Antes de dar qualquer passo em vão e perder seu tempo, aconselho-te que definiu muito bem a quem se vai dirigir. Pensa muito bem a que grupo de pessoas você gostaria de chegar para convertê-las em seus clientes. No caso de que não perfis bem o seu público-alvo, você pode meter a pata e criar uma comunidade com muitos seguidores, mas que não se encaixam no perfil que você procura. O que certamente não vai poder criar qualquer ligação com eles.

Um erro que muitas pessoas e empresas cometem é lançar campanhas para conseguir novos clientes, segmentando por omissão para todo o público. O resultado disso é que você começa a muita gente (pode chegar aos jovens de 18 anos até pessoas de 60), mas a probabilidade de alcançar o seu público-alvo diminui.

Uma prática que eu recomendo é que se você tem uma loja online, você pode identificar as pessoas que visitam sua página ou as que usam o app do site, e criar campanhas voltadas para esses públicos personalizados. Isso no Facebook tem uns resultados incríveis, quanto mais personalizados forem as audiências, melhor qualidade terá a sua comunidade. Não se esqueça que o que se trata é que ao chegar a aquelas pessoas que reúnam as características ideais para ser um cliente ou lead. Não se trata de ter presença em todas as redes sociais, mas também de estar nas precisas e necessárias. Lembre-se bem a frase “quem muito abarca, pouco aperta”.

Algo que te ajudará muito a decidir quais canais usar ele vai ter estudado previamente ao nosso target ou público-alvo. Assim saberemos onde podemos encontrá-los. Por exemplo, se você é uma academia de inglês, o Facebook está muito bem para promover as aulas, os cursos intensivos e informar de algumas promoções e descontos.

Mas, de que serviria ter uma conta no Pinterest ou Instagram se o fim destas duas redes sociais é mais visual e estão relacionadas com o mundo da moda e o artístico. Por sua parte, LinkedIn procuram um conteúdo mais sério e se conectar com pessoas do setor, o que também não teria muito sentido ter uma presença dela, pelo menos de momento. Aqui começa o duro e difícil. Você deve concentrar todos os esforços em levantar esse marcador que começar do zero. O primeiro passo será convidar os seus amigos e pessoas mais próximas, depois, pode pedir diretamente que recomendem a seus amigos, aqueles que criam que possam estar interessados.

Este será sem dúvida o melhor ponto de partida: os seus amigos. Estes, ao compartilhar, clicar em “gosto” ou comentarl seus posts no Facebook, estão dando visibilidade à marca. E assim, esses amigos que estiverem interessados entrarão na página e se transformarão em novos fãs. Desta forma se vai ampliando a sua comunidade.

Quando você está começando nas redes sociais e não tem muitos seguidores, é uma boa ideia procurar grupos ou comunidades onde os usuários compartilham informações relacionadas com determinadas temáticas que tenham relação com o seu sector de actividade. Esses usuários costumam compartilhar interesses e podem cumprir perfeitamente o perfil ideal do cliente potencial para o seu negócio.

Dos grupos do Facebook, por exemplo, são uma ferramenta muito potente que são utilizados para que pessoas com um mesmo interesse partilhar informações, experiências, dicas. Existem grupos para uma área geográfica específica, o que combina muito mais com as pessoas, criando vínculos mais fortes entre eles e já não só online, mas criando seus próprios eventos e reuniões. Esse passo é muito fácil se você estudou antes os gostos, interesses, preocupações, medos, aspirações de seu público-alvo. Deste modo, conhecendo quais são os conteúdos de que gostam, provocarás reações em seus seguidores e, portanto, mais visibilidade e possibilidade de aumentar a sua comunidade. Você sente curiosidade ou interesse em iniciar seu próprio blog?

Joana

Os comentários estão fechados.
error: