Volta Estilo Colonial, A Decoração Vintage Mais De Moda Este Ano

Volta Estilo Colonial, A Decoração Vintage Mais De Moda Este Ano

a Sua história remonta, como seu próprio nome indica, à época das colônias e às amplas residências que os colonos construíram e decoraram em territórios americanos, africanos e asiáticos. Se você gosta desse tipo de decoração e quer apostar por ela para a sua casa, o primeiro que há que ter em conta é que se adapta melhor à grandes espaços, já que lhes dá muita cordialidade.

Em áreas mais pequenas, este estilo pode ser muito pesado e desgastante. O principal protagonista no que você deve prestar atenção é o mobiliário, o que é geralmente feito de madeiras exóticas (teka ou mogno), dando lugar a peças de aspecto maciço que nos mudam para lugares tropicais e exóticos. Não é questão de que todo o mobiliário tem esta aparência, mas que é preferível se concentrar em alguns específicos, como as camas, as livrarias, as mesas de jantar ou os aparadores.

Os tons são geralmente escuros. Quanto aos têxteis com os que você pode acompanhar ao mobiliário, são geralmente feitos de materiais mais leves, como o linho, a ráfia ou o vime. Desta forma, a leveza de cortinas, estofos ou tapetes, em contraste com a robustez das peças maciças com os que compartilham espaços. Uma casa colonial não é sinônimo de estilo barroco. De fato, o conselho é não recarregar as estadias em excesso e usar cores neutras, como várias tonalidades de branco, ocre ou terra. Se você gosta de arriscar, pode dar um toque mais colorido e usar um vermelho, azul ou verde, mas não é o habitual dentro deste estilo.

Existem, além disso, muitos detalhes que adicionam o ar a partir do século xix ao espaço, como a presença das vigas de madeira expostas no tecto, um sinal de identidade das antigas fazendas coloniais. Se você gosta dessa idéia, convém ter tectos altos para não acabar com uma sensação de pressiono sobre nossas cabeças.

Como diria o mestre de jerez, “a barriga dele se farta rápido, o espírito não se sacia nunca”, mas neste pedacinho do tablado gourmet, um ser-lhe enche a alma. Outra das propostas gastronómicas que reúne San Bernardo é o Bar, Respectivamente. Baseiam sua cozinha em receitas clássicas que combinam vanguarda e tradicionalismo com brotos orientais e exóticos.

  1. Diz ser Ibarkalde
  2. Farol de Molja
  3. 2 Salas e pátios
  4. 2 Idade 2.2.1 Período edomita
  5. A sala de Aula da Ciência, um peculiar laboratório para atividades experimentais

O local, caracteriza-se por sua ampla e agradável terraço com vista para a ponte de San Bernardo. Seu interior, de tonalidades claras, esta repleto de mesas altas com vistas a uma barra muito vinícola, decorada com rolhas que com certeza fizeram desfrutar do seu aroma aos comensais. Um cachito que com certeza fartará o paladar dos clientes mais exigentes.

Parece que a cada dia há menos madrugadores que Deus ajudar, mas para aqueles deixados para trás matinais atingiu a cidade Não Piqui. Em plena rua Calatrava, encontra-se neste local que engana as pessoas. Até as imediações da Alameda de Hércules, que se aproximam curiosos, desejosos de experimentar este típica comida inglesa.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: