[Post Oficial] Super Mario Maker

[Post Oficial] Super Mario Maker

Entre ontem e hoje finalmente consegui redigir as classificações. Sinto muito pela demora. Escusado será dizer que todos os níveis têm uma grande qualidade e que, como sempre me custou uma barbaridade avaliar e posicionarlos. Tenho tentado ser o mais justo e honesto possível com base essencialmente em minha experiência pessoal, ao jogá-los.

Com diferença de nível que eu achei mais confuso e mais difícil de superar. Me custou até ele começar porque não via muito bem por onde devia avançar. Não sei se foi problema meu ou do nível, mas eu prometo que eu me transformasse muito complicado de jogar e muito difícil de bater, (tarde, quase uma hora de fazê-lo ).

detalhe legal da sua parte fazer-nos um nível homenagem e muito bem escolhidos os desafios representativos de cada um de nós. Eu fiz um pequeno lio e me custou um pouco e ver por onde eles estavam ligados um ao outro. Me faço cargo que com a estrutura do nível que teria que fazê-lo dessa forma.

A ideia, desenvolvimento, jogabilidade e realização me pareceu de 10, Se bem que a idéia não é de todo original, as diferentes formas e elementos a utilizar para evoluir o personagem, o que compensa. Não lembrei nem eu soube adivinhar que parte ou partes tiver mudado ou acrescentado do nível original, mas garanto-vos que jogá-lo, foi um prazer.

P.S. Se consigo adivinhar como coj.nes se sobe uma foto ao fórum, prometo apresentar-vos a Bruce e Bryan, meus perrukos, Em mais de uma ocasião eu quis fazer upload de alguma imagem ou algo e não houve maneira. Tenho que reconhecer que me custou pillar como sair da primeira parte do nível, (por puro descuido meu).

Ao ver que por lá não tinha escapatória não fico outra que voltar por onde tinha vindo, tentando encontrar uma saída. Uma vez, depois de ter perdido a pouca dignidade que me restava, tentando superar esse “terrível desafio inicial,” gozo como um anão com os diferentes desafios que propõe. Estou de acordo com Riuukiuu em que a parte de molas, plantas e derivados é um pouco caótico, mas no geral me pareceu uns mini desafios divertidos, originais, acessíveis e com uma dificuldade mais do que aceitável.

  • 1986, 2001 Arquitetura mudéjar de Aragão
  • 1996 – Placido Arango Jr. House, Madrid
  • Interpretação dos resultados e verificação de hipóteses
  • O Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa (património da Humanidade da UNESCO)
  • 25 – MONTENEGRO: em adrenalina em Podgorica
  • 2 Primeiras obras e consagração

Como é habitual em si, um nível além de muito bem feito e com uma excelente decoração. Poucas vezes me vejo em uma dessas com um nível de vocês. Nível de extrema precisão, com uma dificuldade bastante elevada, (para mim), mas super viciante e agradável, (isso sim, jogado com uma tensão que flipas). Grandes e idéias diferentes com um mesmo elemento. Tal como já comente, nestes casos saltos “fáceis” foram os que surpreendentemente mais me custaram superar e onde mais vezes morri.

O ácido cítrico, que dissolve o óxido de cobre, pelo que se aplica para limpar superfícies de cobre, lustrando o metal e formando citrato de cobre. Nas plantas, o cobre tem um papel importante no processo de fotossíntese e faz parte da composição da plastocianina. Cerca de 70% do cobre de uma planta está presente na clorofila, principalmente nos cloroplastos. Os primeiros sintomas nas plantas por deficiência de cobre aparecem em forma de folhas estreitas e retorcidas, além de pontas de coloração esbranquiçada. O cobre contribui para a formação de glóbulos vermelhos e para a manutenção dos vasos sanguíneos, nervos, sistema imunológico e ossos e, portanto, é essencial para a vida humana.

Pode ocorrer deficiência de cobre em crianças com uma dieta pobre em cálcio, especialmente se apresentam diarréia ou desnutrição. Apesar de que o cobre é um oligoelemento necessário para a vida, altos níveis deste elemento no organismo podem ser prejudiciais para a saúde. A inalação de níveis elevados de cobre pode causar irritação das vias respiratórias.

A ingestão de altos níveis de cobre pode causar náuseas, vómitos e diarreia. ] Ingerir por via oral em uma quantidade de 30 g de sulfato de cobre é potencialmente letal em humanos. Para as atividades de trabalho em que se produzem e manipulam produtos de cobre, é necessário utilizar medidas de proteção coletiva que protejam os trabalhadores.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: