Os Detalhes Que Fazem De Sua Casa Em Um Lar Na Casa Decor

Os Detalhes Que Fazem De Sua Casa Em Um Lar Na Casa Decor

Há mais de 25 anos, Casa Decor revolucionou a forma de mostrar os interiores com seu conceito expositivo. Desde 1992, tomam emprestados os edifícios históricos mais singulares e centrais e preenchem cada canto com as últimas tendências da mão dos melhores profissionais do setor. Sua edição comemorativa de número 52 abre as portas de Antonio Maura número 8. Um enclave senhorial onde trabalharam lado a lado consagrados interioristas, juntamente com novas promessas da decoração. Até o dia 18 de junho, você pode visitar a sua acção nesta área exclusiva da capital.

O edifício responde a típica arquitetura burguesa. Foram provechado as sete plantas do imóvel para criar 68 espaços decorados de dimensões reais e de acordo com as estadias de uma casa autêntica. Como novidade, o visitante encontrará quartos com um novo conceito de uso: “espaços de estar”. Os quartos não são mono atividade. Como passarela da decoração, Casa Decor cumpre a sua função de adiantar as tendências decorativas que se impõem, as modas que se assentam e os clássicos que se renova ano após ano.

O grande protagonista da temporada é a cor azul em toda a sua gama cromática. Desde o delicado azul “céu de Madrid” até o azul petróleo que rompe com elegância e muita personalidade. Não obstante, a cor verde, os motivos botânicos e os elementos vegetais (galhos, flores, folhas, etc.) se mantêm como um dos recursos decorativos mais valorizados pelos profissionais. A poltrona de veludo em forma de meia lua, é o “must have”.

O pôr-do-sol banha os salões com tons dourados, amarelos e até mesmo o ousado mostarda tanto em almofadas e estofados, como em peças ornamentais. É a cor que lembra o luxo, outra das características que se respira em todos os andares. Os quartos convidam-no a entrar em um estado subliminar.

Se inspiram em Hollywood com tons brilhantes. A Embaixada de Portugal repete com um espaço 100% luso. Desta vez, Raul Martins-lhes concebeu uma suite ad hoc para mostrar a excelência dos produtos vizinhos. As cozinhas com ilha e funcionais, integração com o resto da casa. O mármore continua imparável como as sedas que abundam em todo o edifício.

O estilo Mid Century é incorporada em mobiliário, acessórios e tonalidades. Não se deve perder de vista seus espaços com arte, em que participa a galeria Lumas. Cabe destacar que a Casa Decor 2017 compromete-se com as tendências, mas também com a sociedade. Este ano colabora com “Crianças contra o Câncer”, um projeto da Clínica Universidade de Navarra, que nasceu em 1982, com o fim de encontrar uma solução para os casos de câncer em crianças que ainda não a têm. Em resumo, uma edição ousada, eclética, com muita cor, toques metalizados (dourado, prata e cobre), superfícies revestidas com materiais diversos e sofisticados projetos de iluminação. Mas, como sabe, é sempre melhor ir para que lhe diga.

A cidade de Písac e o bairro de San Blas, em Cusco (chapéus de palha, tecido de alpaca, cerâmica, jóias, etc). Chulucanas (Piura), famosa por sua cerâmica modelada à mão, seguindo as técnicas ancestrais (cerâmica de Chulucanas). Catacaos (Piura), onde se vende jóias de ouro e prata, esculturas em madeira e artigos de palha e couro. Quinoa (Ayacucho), cujos artesãos elaboram as célebres igrejas, esculturas modeladas em barro que costumam decorar os telhados das casas.

  • Colégio de Contadores Públicos de Leão, A. C
  • 5 Praça do Capitólio
  • Rádio Pan-americana (106.3 MHz)
  • 2 História 2.1 Período arcaico tardio

São Francisco de Yarinacocha (Ucayali), com artesanatos elaborados pelos nativos da amazônia (tecidos com figuras geométricas, pulseiras e brincos feitos com sementes, pinturas e objetos em madeira). Igreja de Quinua, Ayacucho. Estatuetas em pedra de Lima. Arte têxtil de Taquile. Os povos do Antigo Peru, desenvolveram vários ramos das ciências como astronomia, matemática e medicina, e teve de grandiosas realizações técnicas na agricultura, a hidráulica e a arquitetura.

Sobre as ciências no Antigo Peru, devemos notar que se tratam de conhecimentos empíricos, que se consolidaram através de milênios de experiência, e que tiveram um caráter eminentemente prático. ] Alguns autores afirmam que com essa mesma técnica se conservavam dados históricos. Falando das civilizações americanas, em geral, costuma-se dizer, como tópico que os maias eram cientificamente mais superiores, pois tinham conhecimentos astronômicos mais avançados e conheciam o zero. Durante o século XIX, marcado com o nascimento da República, o avanço nas diferentes disciplinas das ciências peruanas foi notável, mas desigual. Nesse contexto, há que mencionar a renovação do ensino da medicina, sob o impulso do doutor Cayetano Heredia.

Durante a Reconstrução Nacional, a promoção que fez da ciência, o positivismo foi uma dos fatores culturais mais importantes na recuperação do Peru. Considerava-Se que o desenvolvimento científico era primordial para o progresso. O ano de 1885, foi importante para o início da investigação da doença da verruga peruana, obra de Daniel Alcides Carrión, mártir da medicina peruana.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: