O Resultado É Brilhante E Alegre

O Resultado É Brilhante E Alegre

O designer de interiores italiano Marco Piva é o artífice desta bonita e espaçosa moradia situada no centro do bairro de Fiera, em uma área histórica de Milão. Porque não só se encarregou de conseguir o que o cliente exigia —dois quartos com dois banheiros, mais um serviço, um estudo, cozinha e sala de estar—, mas que também projetou a maior parte do mobiliário e da iluminação. O resultado é brilhante e alegre, elegante, sofisticado e extremamente tecnológico. Tudo isso foi conseguido realizar um exaustivo estudo cromático.

Se eles escolheram cores contemporâneos, mas não invasivos, que não passam de moda com o passar do tempo. Quanto aos móveis, os proprietários pediram que se tratasse de peças de ar contemporâneo, o estilo Marco Piva. Mas, ao mesmo tempo, deveriam conviver em perfeita harmonia com as antiguidades que pertenciam à família, bem como com as obras de arte. Por isso, pode dizer-se que a parte principal do projeto consistiu em acertar ao integrar as peças históricas com as contemporâneas de uma forma fluida e natural. Vamos começar pelo princípio, ou seja, a entrada, em que se destaca uma parede de gesso em frente à janela, com retroiluminação, o que contrasta com a fonte de luz natural.

Esta área leva-o directamente para a grande sala de estar que, por sinal, chega-se a dois terraços. No salão, um elemento importante são as duas lâmpadas suspensas, caracterizadas por uma queda das esferas de vidro soprado em que é colocado a fonte de luz.

  • Morre o arquiteto François d’Orbay, o que aconteceu Mansart
  • 10 Notas e referências
  • 4 Arquitetura otomana
  • 2 Descrição 2.1 Externa

Uma delas está em cima da mesa oval na sala de jantar; a outra, circular, sobre a área de conversa, que não é da mesma área que a televisão. A longa biblioteca tem um padrão geométrico que lembra a de Mondrian, obtido com um conjunto de partes fechadas e abertas que cria um harmonioso contraste entre o espaço vazio e o cheio.

Além de livros, no seu interior foram colocadas lâmpadas decorativas como antítese do rigor da biblioteca. Outra solução interessante para o salão de beleza tem a ver com a colocação de uma porta de correr que divide o espaço quando necessário, a criação de uma zona reservada para ouvir música ou ver televisão. A cozinha tinha um papel-chave no projeto pelo interesse dos donos da casa na gastronomia. O chão da cozinha é de pedra escura, enquanto que o revestimento de todos os aparelhos é de aço, idêntico cor da mesa —extensible— e as cadeiras, situadas no centro da estadia.

a dualidade entre A luz decorativa e a técnica tem sido fundamental na cozinha. Por um lado, a iluminação técnica oferece uma série de requisitos específicos para o uso do espaço, enquanto que, por outro, a luz da decoração dá um toque de personalidade e ambiente. Os quartos foram concebidos como se fossem uma suíte de hotel, com áreas separadas para o guarda-roupa e uma casa de banho privada. No quarto principal dispõe de dois roupeiros, um para homens e outro para mulheres.

a cabeceira da cama, concebido por Marco Piva, oferece uma almofada de couro macio para a parte que inclui a cama, enquanto que é rígida e lacado na zona de cabeceira. No quarto de solteiro, porta de entrada funciona como um divisor com a área de estudo, formado por uma grande mesa no canto, e a área de dormir com uma cama e uma estante.

A casa tem, no total, quatro banhos, de diferentes tamanhos e decorados e organizados de forma individual, com um profundo estudo de iluminação técnica e decorativa, para obter um grande impacto visual. Claro que o banho do quarto principal você já tem com banheira de hidromassagem de que dispõe, que é também um chuveiro.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: