O Que Deve Ter Em Conta Na Hora De Separar Ambientes

O Que Deve Ter Em Conta Na Hora De Separar Ambientes

Antigamente (na verdade, até há pouco mais de 50 anos), decoração de cada quarto tinha uma função. Por sorte, essa tendência mudou de forma radical. Se fez evidente que as casas são mais confortáveis —e de passagem, mais luminosos e mais amplas, ao menos visualmente— com espaços abertos. Ou seja, estadias equivalentes para diferentes funções. E é raro encontrar uma casa de construção nova, em que não exista uma sala de jantar. A essa idéia se está apontando de forma evidente a cozinha, que é cada vez mais comum encontrá-la junto à zona de receber. Acreditamos que realmente é uma grande idéia ampliar espaços —e, por que não, olha— o truque dos espaços abertos.

Mas também é verdade que é positivo que exista uma certa separação, pelo menos o visual. Não se preocupe, não é difícil obtê-lo. Não dizemos apenas nós, os interioristas do estudo Abok nos revelaram alguns truques que ajudarão você a criar casas mais abertas que integram os diferentes espaços em uma mesma estada. “Em função do resultado que queremos obter ou das características do espaço que nós temos, nós podemos usar diferentes soluções e elementos” que são extremamente eficazes. É comum, por exemplo, que exista a necessidade de separar a sala de jantar da cozinha e, assim, evitar odores irritantes na sala de jantar.

Uma opção muito adequada é a utilização de uma cristaleira: “Visualmente, a grande superfície de vidro faz com que vejamos a cozinha da sala de jantar e sala de jantar da cozinha, mas o vidro faz de separador físico. Isto acontece quando a ideia é ampliar a cozinha introduciéndola no resto da casa.

consegue-Se assim uma cozinha maior, mas, ao mesmo tempo, não se perde impermeabilidade”. “Os móveis e elementos decorativos podem ser muito úteis na hora de separar um ambiente dentro de uma mesma sala”, comentam do Abok. Geralmente, são geralmente usadas peças como um armário, uma cômoda ou um desktop. Mas cuidado, você não deve escolher móveis que sejam muito volumosos, pois podem impedir que a luz passe o fundo da estadia. Um exemplo: separar a sala de jantar é simples, com um armário baixo encostado às costas de um sofá, que não impeçam que a luminosidade chegue até o último canto da estadia.

  • 1985: Ariadna e Hermes. Mosteiro de Montserrat
  • Um pote de pintura de 15 litros, vazio
  • Código de desconto G2A
  • 5 Outras atividades

você Também pode recorrer ao uso de um tapete que deixe claro onde começa a zona de estar. Muitas vezes acontece que nós não encontramos a peça perfeita para o lugar que marca a diferença. Sempre que possível, pode-se recorrer a um móvel feito sob medida. Uma forma algo mais sutil de diferenciar os espaços em uma mesma sala é utilizar um objeto de separação não muito marcada. Referimo-Nos ao uso de pequeno mobiliário auxiliar a criar uma barreira visual que diferencie os espaços, como podem ser pufes, consoles ou resguardos, além disso, se decoram ambos os espaços com estilos diferentes, ajudá-lo a reforçar a separação”.

Na galeria alta havia músicos e cantores. 2. Massagem. Sala de refrigerante ou de uma massagem. São duas galerias com arcos. 3. Vapor. Sala de vapor. Mais pequena. As abóbadas estão abertas com clarabóias em forma de estrela, que no dia estavam cobertas com cristais de cores, mas não à prova d’água, de maneira que pudesse sair o vapor e entrar o ar fresco.

assim Chamado por ser construído em seu início como residência do imperador Carlos, embora não conste que chegasse a habitar nele em momento algum. Está localizado junto ao Palácio da dinastia nasrida de Comares, o que representa um grande contraste com a arquitetura islâmica do ambiente. Apresenta planta quadrada, com um pátio circular, e foi concebido por Pedro Machuca.

Surpreende por ano de construção (1527), época muito precoce para as suas características que o enquadram dentro do maneirismo: colunas dóricas no primeiro andar, jónicas no segundo, e friso com cabeças de touro (bucrânios) de tradição greco-romana. Em alguns aspectos, repete ou antecipa certas soluções arquitetônicas do maneirismo na Itália, o que se explica pela estadia de Machuca no país e por sua habilidade para desenvolver com criatividade própria de certos traços do incipiente estilo maneirista.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: