O Estilo Neoclássico Puro

O Estilo Neoclássico Puro

O gosto pelo estilo neoclássico de linhas mais simples e só surgiu no século XVIII, embora se consolidou no século XIX. A sua essência era a moderação, de modo que incorporava elementos de outros aspectos do neoclassicismo, mas aplicado de forma discreta puristas. Este estilo é precursor das formas neoclássicas nascidas no passado: as linhas simples e claras inerentes a arquitetura e o mobiliário da antiguidade predominam nos interiores elegantes e bem proporcionados.

Ao longo do século XVIII, de uma forma ou de outra, acabou impondo-se o classicismo, tendência que se viu estimulada pelos achados arqueológicos de Pompéia e Herculano, bem como a progressiva abertura da Grécia os viajantes. As linhas claras e clássicas que definem a versão mais puristas do estilo neoclássico seguem os princípios expostos pelo antigo arquiteto romano Vitrubio. Ao partir tão preciso princípio, os elementos que deram lugar a esse estilo, cuja inerente simplicidade é a todas luzes contundente, refletem uma ampla variedade de tradições históricas.

Um dos meios mais eficazes para vestir um interior de estilo neoclássico puro consistia na utilização de mobiliário que evocasse um passado clássico, mas que não fossem exclusivamente a ele. Para isso, recorria a métodos tais como tomar elementos da tradição antiga, a fim de adaptá-los de forma original e ousada.

Muitas peças de mobiliário de inspiração clássica que se ajustavam a um interior simples, evocaban os projetos de finais do século XVIII, Robert Adam, Thomas Sheraton e George Hepplewhite. O estilo neoclássico puro também combina perfeitamente com o estilo de mobiliário Biedermeirer, em voga na Alemanha e na Áustria, no início do século XIX.

  • Carlos comentou
  • 1 História da arte maia
  • 4 Influências e homenagens na arte do século XX
  • Divisão da Cozinha com uma Área de sala de Jantar Pequena
  • Soluções estruturais: painéis móveis em vez de paredes
  • 2 O imóvel
  • Casas privadas do centro da cidade, como a Casa dos Trianes (1760) e a Casa dos Garrocho
  • 16A Queen Street, Edimburgo (Reino Unido)

Folheados ou chapeados, com amplas camadas de madeiras de árvores de fruto e pouco decorado, armários, cômodas e guarda-roupas combinavam sem esforço com outras formas clássicas, ao mesmo tempo que estavam pronta lugar em uma estadia luminosa de cor pálida. Os interiores foram decorados em estilo neoclássico puro inspiram-se na antiguidade grega e romana, com o fim de criar uma atmosfera austera e simples, mas deliciosa, graças a seus ricos e suntuosos detalhes. As janelas não têm cortinas, a fim de maximizar a luz.

Sobre um fundo de pisos de mármore, de pinho ou lavar carvalho e paredes de estuque trabalhado dificil ou esponjadas em uma cor pálida, dispõem de mobiliário e ornamentos decorativos que lembram deliberadamente a antiguidade clássica. A essência de um interior de estilo neoclássico puro predominam os princípios duradouros de simetria, de clareza e de forma. As combinações imaginativas de objetos que ajudavam a criar uma atmosfera que envolve tanto os elementos do passado e as necessidades da vida moderna. Por Judith Miller, autora do livro ‘Estilos de decoração’, editada por Blume. O viola este post seus direitos?

Joana

Os comentários estão fechados.
error: