“Natura”, O Grande Museu De Ciências Naturais Volta A Madrid

“Natura”, O Grande Museu De Ciências Naturais Volta A Madrid

Além disso, também haverá ideias e materiais para a decoração e de interior e exterior; material didático para Estabelecimentos de Ensino; minerais, conchas, fósseis, insetos, meteoritos, etc., para coleccionismo formativo; presentes originais e únicos; cursos e excursões naturalistas. “Natura” é uma das exposições mais importantes do circuito europeu e imprescindível data no calendário ao lado feiras como St.Marie Mineral em St.

Marie Aux Mines (França) e Munique, na Alemanha. É como um grande museu de Ciências Naturais, distribuídos em stands, onde se pode observar e/ou adquirir todas as novidades deste maravilhoso mundo. Estará tanto hoje, como amanhã, sábado, dia 7, e domingo, 8, no Novotel Madrid Center (rua O’Donnell, 53). As entradas geralmente são de 2€; para menores de 14 anos e terceira idade, 1 euro.

O resto alcovas, transformadas em janelas em 1920, têm antepechos de pedra com bandejas suportadas por mísulas, de acordo com o projeto de José Saldanha, e grades artísticas de forjamento do mesmo arquitecto que se integram perfeitamente no conjunto original. No mezanino, todos os espaços conservam antepechos de forjamento originais, exceto os três correspondentes aos acessos iniciais, onde existem portões de forjamento a modo de tímpanos.

  • São João Evangelista
  • Hastens Farm. Ovos frescos, pinturas…
  • CONACAR.- Câmara Nacional do Autotransporte de Carga
  • 3 Edifício da rua Pérez Ayuso número 20
  • Vela decorada
  • Abóbora Minions
  • 2 Nudez ou ignudi
  • 2 A Grande Pirâmide

O corpo ou zona intermediária da fachada arranca da balaustrada da planta principal ou segunda e chega a moldura que separa a planta quinta ou superior. Atualmente abrange três andares, mas na origem eram apenas duas, as denominadas principal e segunda. Sobre os muros de cantaria de granito azulado, emoldurados com calcário, mármore Parque e Município, estão equipados com ritmo uniforme ocos ligados verticalmente. Os macacões dos balcões de planta terceira são frontões triangulares muito de saída, enquanto que as próprias bandejas, as varandas e os seus mísulas de apoio fazem as vezes de macacões dos espaços da planta principal.

As grades das varandas da planta terceira são de ferro forjado para reduzir o conjunto. A planta atual quarta, introduzida na reforma de 1955, tem janelas mais pequenas com recercado simples, que não competem com o resto de buracos, entendendo-se como um agregado. Os alçados são organizados verticalmente através de pilastras de pedra de mármore com juntas rehundidas, colocadas simetricamente nas extremidades e no centro de cada fachada.

Coincidem com os lugares singularizados onde se situam os arcos de médio ponto e as mísulas de uma cabeça de elefante. O chanfro é resolvido com uma rotunda cilíndrica encimada por uma torre, onde se acumulam os elementos mais importantes do design. No embasamento, aparecem três hiatos terminados em arcos de meio ponto, sobre os quais continua a balaustrada porra da planta principal, sustentada por cabeças de elefantes.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: