Decore o Seu Quarto Com A Moda (e Tendo Em Conta a Sua Idade)

Decore o Seu Quarto Com A Moda (e Tendo Em Conta a Sua Idade)

Certamente poucas coisas. Este espaço, meio lúdico, meio educacional, oferece uma série de possibilidades na hora de projetar e decorar. Além disso, é muito gratificante ver como cada espaço dedicado para as crianças do lar vai evoluindo e reinventándose com eles, Vamos rever algumas das tendências que prevalecem na decoração infantil, mas olhando em um fator importante, a faixa etária em que se encontram as crianças.

Antes de mais nada, descubra como tudo a sua casa para que a poluição sonora não trastorne seu sonho, nem impedir o seu desenvolvimento cognitivo. Gostaria de adequar a tendência ao quarto de seu bebê? O estilo nórdico minimalista continua pisando forte este ano. Os tecidos quentes e ecológicos também ganham força nestes quartos. Opte por almofadas agradáveis ao toque e tecidos como o algodão orgânico, ou a lã no inverno, para selar o espaço dedicado ao sonho de seu pequeno. Você não sabe quais cores usar no seu quarto?

Os tradicionais céu azul ou rosa ficaram desbancados por outros muito mais neutras, como o amarelo baunilha, a sempre elegante branco e preto, ou, até mesmo, o verde mint. Já foi feito mais! É um fato, os quartos temáticos “chegaram para ficar’. E é que este tipo de quarto que convidam ao jogo e ao intervalo fazem as delícias das crianças e dos não tão crianças. Frequentemente recriam filmes de desenhos animados: do Pocoyo ou Peppa Pig, passando pelos míticos Batman, Superman ou Congelado, até decorações inspiradas na natureza, viagens ou um esporte em concreto costumam ser os mais aplaudidos.

Serve para a moda, mas também ao senso comum e ao conforto. O passareis muitas horas por dia naquela sala, sobretudo os primeiros anos de sua vida! Inspire-se por meio de várias vias: leia, assista, reflita e compare. Não há pressa para decorar, em vez disso, ele é necessário aplicar paciência, carinho e esmero neste processo. Se você não tem muito claros certos aspectos, nós Esperamos ter ajudado com essas idéias! O viola este post seus direitos?

no entanto, com o arranque económico do pós-guerra e a nova prosperidade conseguida com a industrialização do país, as artes renasceram, atolada já totalmente os movimentos artísticos internacionais, devido ao processo de globalização cultural. A arquitetura apresenta uma dupla direção: a tradicional (santuário Yasukuni, templos de Heian Jingu e de Meiji, em Tóquio) e de influência europeia, que incorpora as novas tecnologias (Museu Yamato Bunkakan, de Isohachi Yoshida, em Nara).

  1. De Uxama Argaela, perto de El Burgo de Osma (Soria)
  2. Plantas. Mais plantas
  3. Notícias Vespertinas de Organização Editorial Mexicana
  4. 3 Muro norte
  5. Pintar as peças com tinta acrílica
  6. Backsteinbau der Hamburger Kunsthalle de Hamburgo

A ocidentalização levou a construção de novos edifícios, como bancos, fábricas, estações de trem e prédios públicos, construídos com materiais e técnicas ocidentais, seguindo um princípio (finais do século XIX) a arquitetura vitoriana inglesa. Também trabalharam no Japão, alguns arquitetos estrangeiros, como Frank Lloyd Wright (Hotel Imperial, em Tóquio). A arquitetura e o urbanismo receberam um grande impulso após a Segunda Guerra Mundial, devido à necessidade de reconstruir o país. A partir dos anos 1980, ela teve uma forte implantação no Japão, a arte postmoderno, já que desde outrora foi característica a fusão entre o elemento popular e a sofisticação das formas.

Este estilo tem estado representado fundamentalmente pela Arata Isozaki, autor do Museu de Arte de Kitakyushu e do Kyoto Concert Hall. Isozaki estudou com Tange, e em sua obra sintetizou os conceitos ocidentais com idéias espaciais, funcionais e decorativas típicas do Japão. Por sua parte, Tadao Andō desenvolveu um estilo minimalista, com grande preocupação com o fornecimento de luz e espaços abertos, ao ar exterior (Capela sobre a Água, Tomanu, Hokkaido; Igreja da Luz, Ibaraki, Osaka, Museu de Crianças, Himeji).

Em escultura existiu igualmente a dualidade tradição-vanguarda, destacando-se os nomes de Yoshi Kinuchi e Romorini Toyofuku, além dos abstratos, Masakazu horiuchi sair e Yasuo Mizui, este último instalado em França. Arte Noguchi e Nagare Masayuki recolheram a rica tradição escultórica de seu país em trabalhos que estudam o contraste entre a rugosidade e a pulidez da matéria.

A pintura também seguiu duas correntes: a tradicional (nihonga) e occidentalista (yōga), mas independente de ambas destacou no início do século XX, a figura de Tomioka E. No período Taisho predominou o estilo yōga sobre o nihonga, embora o aumento na utilização da luz e da perspectiva ocidental diminuiu as diferenças entre as duas correntes.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: