Casa Do Almirante (Cádiz)

Casa Do Almirante (Cádiz)

trata-Se de uma casa-palácio de estilo barroco. No seu interior, são dignos de menção: o salão principal, de planta irregular com o escudo familiar pintado no teto e o pátio, de arcos apontados sobre colunas toscanas; uma cúpula elíptica sobre grandes cobre a escada. Em 2008, começaram as obras para acondicionarlo como um hotel de grande luxo.

O imóvel apresenta forma irregular e um fixo de quatro andares. Sua disposição interior está centrada por um pátio, em torno do qual se distribuem as diferentes dependências. A zona baixa destinada a armazém, a segunda ou mezanino para escritórios, em seguida, a planta nobre que habitam os proprietários e a quarta utilizado para moradia do serviço. O acesso ao interior do imóvel, através de um amplo saguão que se comunica diretamente com o pátio. Esta apresenta em cada frente dois vãos adintelados ou varandas, enquadramentos com molduras planas retangulares e mísulas na chave.

Entre os referidos vãos se anexaram ao muro pilastras que se conectam com outra cornija superior, sobre a qual ergue-se um parapeito em torno do terraço do último piso, composto de pilares que se alternam com parapeito de ferro. O quarto andar está retranqueado relação aos anteriores, em seus muros se abrem vãos adintelados, assimétricos e diferentes medidas. No lado do pátio se encontram duas brocales de poço, ambos feitos em mármore branco.

  • 4 Retábulo gótico 4.1 Fachadas-rua
  • 5 Da mulher castradora
  • o água com água muito fria as suas plantas de interior
  • 11 Decoração: arranjos florais
  • Véspera de ano novo (31 de dezembro)
  • Estrela com pinças

], quatro de seus oito panos são decorados com relevos de mascarões que alternam com outros quatro com revestimento liso. O acesso ao piso principal é feito através de uma escadaria monumental, de tipo conventual que parte da galeria que conforma o pátio em seu lado esquerdo.

Se resolve em uma caixa retangular coberta com abóbada oval sobre vieiras, decorada com gallones de peças que convergem em um florão central, além disso, as vieiras mostram cartelas e decoração vegetal. A escada é composta de duas parcelas, com degraus de mármore e corrimão de madeira de mogno usinada. Sob o primeiro trecho possui uma estrutura abobadada, centrada por uma columnilla de mármore. No exterior, o imóvel apresenta três fachadas.

]. O resto da fachada encontra-se atualmente enfoscada e pintada de cor almagra. Consiste de um montante fixo de quatro andares separados por cornija, com exceção das duas primeiras, que estão englobadas em uma única. A terceira planta que se corresponde com a área nobre de altura superior à do resto do edifício.

A fachada é organizada através de um eixo de simetria, centrada sobre a capa. Todos os vãos são retangulares, de piso térreo, de acesso e os restantes em forma de varandas cobertas com parapeito de ferro. A quarta planta apresenta esses vãos com mísulas na chave e ladeados por pilastras em pares de ordem toscana, cujos fustes são decorados com esgrafiados imitando fábrica de tijolos.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: