Casa De Les Punxes

Casa De Les Punxes

Casa Terradas, conhecido popularmente como Casa de les Punxes —Casa dos Picos, em catalão— é um edifício projetado pelo arquiteto modernista Josep Puig i Cadafalch. Encontra-Se situada na avenida Diagonal de Barcelona (Espanha). Projetada pelo arquiteto modernista Josep Puig i Cadafalch, a Casa de les Punxes está situada entre as ruas de Rosselló, Bruc e da avenida Diagonal, no bairro Eixample de Barcelona. Em 1905, Bartomeu Terradas Brutau encarregou Josep Puig i Cadafalch o projeto de uma casa para cada uma de suas três irmãs, Àngela, Josefa e Rosa.

Este magnífico edifício é um dos mais emblemáticos de Barcelona, uma vez que é a chave para entender o movimento do modernismo catalão. Em 1975 foi declarado monumento histórico nacional, e atualmente é propriedade privada, com espaço para escritórios. A Casa de les Punxes, também conhecida como Casa Terradas, pode ser visitado em 2016, quando terminarem as obras de reabilitação que estão sendo realizados no interior de um dos edifícios. A reforma atual vai a cargo do arquiteto Jaime Falguera.

Bartomeu Terradas i Mont, apesar de deixar o filho como herdeiro, não esqueceu o bem-estar das mulheres da família e deixou uma pequena fortuna monetária, que se repartiu entre as três filhas e sua esposa. No final de 1903, Josep Puig i Cadafalch se encontrou com o encargo de projetar uma casa para cada uma das irmãs Terradas Brutau no terreno situado entre as ruas de Rosselló, avenida Diagonal e Bruc. Tratava-Se de um solar atípico, de forma irregular, fruto do recente edificação Eixample de Barcelona.

O arquiteto fez um projeto interessante de ares medievais, em que consegue unir a perfeição dos três edifícios de apartamentos que, aparentemente, parecem uma única casa, um único bloco construtivo. A casa deveria ser construída em um lote triangular, o que não impediu a Puig i Cadafalch respeitar os chanfros das ruas desenhados pelo mesmo Cerdà. A casa foi construída em 1905 por encomenda das irmãs Terrades que queriam unificar três imóveis de sua propriedade. Puig i Cadafalch projetou um edifício de aspecto medieval, com elementos que lembram a arquitetura gótica europeia.

Uma das características deste edifício são suas seis torres, encimadas por duas agulhas de forma cônica, o que lhe deu o nome popular de casa de les punxes (no idioma catalão, punxes significa espinhos). Para a construção da fachada utilizou-se o tijolo. Nela podem ver-se alguns painéis decorativos; um deles, em que aparece Sant Jordi, tem escrito a seguinte legenda: Sant padrão para grils de Catalunya, torneu-nos a llibertat (“Santo Padroeiro da Catalunha, devuélvenos da liberdade”). A decoração em pedra com desenhos florais de bancadas e balcões é plenamente modernista. O telhado é a vertente dupla. Em 1976, foi declarada Monumento Histórico Nacional. Em 1980 realizou-se uma reforma completa do prédio.

  • 3 Coloque tapetes marcantes
  • Diy jardim vertical mini
  • 3 A cidade do Cairo
  • Adicione têxteis coloridos
  • CANACO.- Câmara Nacional de Comércio
  • Unhas fáceis com múltiplas cores passo a passo

] com a sua central europeia. A intenção do arquiteto era que estruturalmente parece um único conjunto arquitetônico, mas incluiu também traços característicos de cada uma das proprietárias, fato que indicava a quem pertencia cada casa. Outros detalhes decorativos que nos remetem a esta propriedade, os encontramos em anagramas que, distribuídos como se fossem uma sanefa, em torno da base da torre principal da casa.

No anagrama são repetidas as letras de ATB, em referência a Àngela Terradas Brutau. Nesta casa, embora a decoração floral é um elemento recorrente, destaca-se a escolha do trevo tanto em alguns dos relevos de pedra que decoram a fachada como nos desenhos dos vitrais de chumbo de varandas.

o número 418 da avenida Diagonal, há um painel cerâmico —obra também de Monserdà— em que se representam, por sua vez, um relógio de sol e um calendário. Capricórnio (inverno), com chifres que simbolizam a caça; Áries (primavera), rodeado de flores; Libra (outono), com as uvas, e Câncer (verão), dentro da água. Em um talismã na parte superior do relógio, está escrito: “Numquam se crastina fallet hora”, uma frase extraída do “Livro I” As Geórgicas, de Virgílio, que significa, ‘você nunca será banido por hora incerta do dia seguinte’.

Esta propriedade era a de Josefa Terradas, de quem podemos encontrar referências nos pináculos decorativos de pedra artificial, em que se representa a vara florida de são José, com uma inscrição em pedra com letras góticas. Justo no âmbito deste painel, em uma situação estratégica para o significado que a figura de são Jorge, pode representar, encontramos esculpida uma cara que nos é familiar. A figura masculina, com óculos redondos, importantes entradas no cabelo e lábios carnudos, representa o grande autor do projeto, o arquiteto Josep Puig i Cadafalch. Nas fachadas da avenida Diagonal com Bruc e a da rua Bruc, encontramos dois painéis cerâmicos.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: