Por Que Um Dia eu Me Sinto ‘sexy’ E Outra Me Vejo Feito Um Nojo?

Por Que Um Dia eu Me Sinto ‘sexy’ E Outra Me Vejo Feito Um Nojo?

Algumas vezes você se sente super, ‘sexy’ e disposta a comer o mundo. E outras, em troca, o mundo se come a ti. Você é feia, desajeitada, mal penteada e incapaz de pôr o pé na rua. São aqueles dias em que, mesmo que o armário esteja a transbordar, não encontra nada que incluir um logotipo da sua, nem maquiagem que dê um melhor tom para o seu rosto. Cristina Enjuto, Gestalt-terapeuta e especialista em auto-estima. Infelizmente, nessa ocasião, a percepção de nossa imagem, não se justifica dizendo que se trata de uma avaliação distorcida de nós mesmas.

Pode, efectivamente, de repente, uma manhã, o espelho nos devolve uma imagem de nosso abdômen inchado e os olhos tão fundos, como o ‘Titanic’. O ciclo menstrual feminino afeta a certas áreas do cérebro e faz com que os hormônios flutuem por etapas, fazendo eco no nosso estado de ânimo.

Durante a síndrome pré-menstrual hormônios iniciam seus crimes e levantam uma espécie de névoa mental que só se dissipa quando chega a regra. A mulher se mostra mais impulsivo, em tensão e com menos capacidade de desempenho. Nota inchaço, trânsito lento e o assaltam o desejo veemente de algum alimento, quase sempre sobrado de açúcares.

Alguns dias depois estará radiante e derrochando energia e felicidade. Aí reside uma parte da alma feminina. O lado mais ciclotímico, que nos faz, por vezes, satisfeitas e, por vezes, nos coloca em pé de guerra. Aprender a investir o olhar, sabendo que seu físico não é o umbigo do mundo.

Reconhecer esses sintomas, manter a atenção em outras coisas e mudar esse diálogo brutal com nós mesmas que desencadeia emoções negativas. É recomendável praticar o exercício porque produz secreção de endorfinas e mantém o corpo ágil. A saúde física e a manutenção de um organismo saudável influenciam os pensamentos que desenvolve sobre si mesma, e essa confiança é o maior atrativo que pode ter uma mulher. Teremos que assumir que há fenômenos que não podemos mudar e olhar para as outras qualidades que nos vão permitir conquistar os outros.

  • Olhar o infinito que desenhava Giraud em marcadores de Blueberry
  • O Atlético jogou ‘prima’ no La Romareda
  • O poeta Simônides de Ceos, que era quase contemporâneo, fala de 4 milhões
  • 1 Biografia 1.1 Infância e juventude
  • Mensagens para conquista de uma amiga pelo Facebook
  • Não. 68 “O lado escuro”

O medo, a vergonha e a auto-estima baixa não são nada atraentes. Se fôssemos menos preconceituosas e mais tolerantes com nós mesmas nos libraríamos do jugo de estar permanentemente a dieta, bem penteadas e em perfeito estado de revista. O corpo evolui. A gordura se empenha em formar um rolo em torno do nosso abdômen e as rugas se ensañan com a pele.

O homem não lhe atrai a mulher mais explosiva, mas que sabe aproveitar a vida, com naturalidade, sem complexos e com muita segurança em si mesma, de acordo com um estudo liderado pela psicóloga londrina Ingrid Collins. Compensar com o riso. Em uma vinheta da cartunista argentina Maitena, um de seus personagens femininos pergunta-lhe o médico: “Desculpe, Onde é injetado o colagénio para preencher o vazio existencial?” A ciência dá nome a esse milagre: o riso. É uma das melhores formas de segregar endorfina, que, precisamente, é o hormônio da felicidade e a sensação de prazer. O riso implica uma atitude positiva e nos concede a permissão para se sentir sexy, aproveitando qualquer oportunidade para expandir o nosso poder de atração e divertirmo-nos.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: