Edição De Terça-Feira, 25 De Abril De 1916, Página 6

Edição De Terça-Feira, 25 De Abril De 1916, Página 6

Página de Terça-feira Í5 de Abril de 1910 A VANGUAHDItf É proibida a reprodacciflti ditfticulos publicados na VANGUARDA “, a indicar a procedência. DIÁLOGO Icaza ou a crítica de UM o OTROUn novo livro ae Icaza. UM|Ah, o nosso amigo Icaza! OTROEste novo livro de Icaza se intitula Como e por que a lia Fingida não é deCervantes, e vão no mesmo volume em alguns outros interessantes estudos cervantinos.

O autor deste livro é demonstrar e demonstra plenamente,a nosso parecer, que a Tia Fingida, atribuída durante muito tempo, a(je¡-vantes por eruditos casquivanos, não é mais senão uma ligação à españolade os Fundamentos do Aretino. Cervantes, que se fueraauténtico nos faria deplorar que o autor do Quixote tivesse e&a chupado e inexpressiva degustação. Para probarque a Tia Fmg da era de Cervantes, certos investigado! IDO8 para fazer-nos ver qu-1 pa abraa e frasea pertencentes à Tia Fingida seencuetran em outras obras do grande insa nio. Tudo para rechiflade eruditos arrepticios, e é demonstrar concluyentcmente q ie ia Tia Fingida iaescribieron o P. Ilha ou Torres ViUarroel, quando não Galdós ou Pió Baroja.

OTROSi, evidentemente. O sistema seguido pela loa públicos da Tia Fingida áCervantes é completamente absurdo. Mas note você que se sta é ia de desenho do sistema, podem se tornar graves Observações ao sistema mesmo. Na realidade, o que teríamos que discutir são as conveniências de um sistemado críticaquo nestes últimos anos tem ganhado muito terreno.

refiro-Me a o qu ‘ podríamosllamar o problema do m todo e do espírito. Todo mundo sabe que, por influências tudescas, a história e a crítica que haviam tomado uma direção mais rigorosa yexacta que outrora tinha dado uma importância excessiva a a Centenas de eruditos trabalharam pacientemente na investigação de detalhes e particularidades verdade -ramente insignificantes.

  • Evitando falar mal de exparejas
  • 4 Dicas Para Namorar com O Garoto Que Você Gosta
  • Como Declarar-se a um garoto tímido ou homem -►
  • Jalu (discussão) 12:29 24 dez 2011 (UTC)
  • 2 Lindor Covas “Cimarrón”
  • 3 Primeiras tentativas de chegar ao Peru
  • Ano Internacional dos Afrodescendentes, de acordo com a Assembleia Geral da ONU[3]

havia ganhado, senhor, enprecibión e no conhecimento de mate rias, mas—e isto é grave—ae perdia,no câmbio, na iniciativa, na iniciativa legal, em inspiração. Perante estes mamotre-tos tão sábios, tão ciícunstanciadamente eientíücoti, tão cheias de rigor,estávamos experimentando admiração certa – mente, mas deplorábamos a ausência deaquel numen feliz que inspirou a Mim – che et, a beber sem Beuve?, a uo Taine. T 4o8 o” dias experimentando-o, em (a vida diária e4e fenômeno.

O olhar insistentemente em um fato paradarnos melhor conta dele acabamos por não perceber o seu sentido geral. Beu-vê, como o vinho que resulta de um primeiro e suave estrujamiento da uva. AZOEIN Cotidianas Cego serla quem não advertisse que o nosso amantíssimo e celosísimo ffohernador sempre estar do, desde que tornou-se posse desta carataria ín o Tirleafueras que Não era possível dar um passo pelos corredores, que se de algo devem servir sempre de ser para dar passos. Estava interceptado o trânsito de pedestres por uma trincheira de se – rafas que se ri Miguelín as da frente ocidental.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: