Como Nós Pensamos Com O Pau Ou Não?

Como Nós Pensamos Com O Pau Ou Não?

Um cara que expandir-se uma intensa vida sexual com diversas e inúmeras mulheres em sucessivos encontros passageiros A sexualidade masculina encerra estas complexidades, muitas e confusas, por pouco estudadas. Neste caso, é apenas um dos que anota o dr. Bustamante em seu livro o que pensam os homens? Tudo, ou quase tudo, tem termos não se dramatiza e encara a quatro mãos e com bom humor. Que somos simples. Que pensamos com o pau.

Que somos de orgasmo fácil. Que somos egoístas e buscamos apenas o nosso prazer em qualquer buraco. E não somos simples? Elas têm poucos dados sobre nós. Anunciei a amigas minhas que escrevia um livro sobre sexo masculino, e bromearon: “eu Acabar rápido!”. Pois não: saem muitas páginas. Como nós Pensamos com o pau ou não?

o que aconteceu? A revolução sexual feminina: ela se agita as vergonhas, deseja, pede sexo, Sim. E ele se confunde. Se assusta. Em vez de confessá-lo, vê duas saídas: fugir ou forçado. Ambas as saídas frustram e põem em causa a sua auto-estima. Você fugir por medo de não estar à altura e ser julgado. E forçar-se desemboca em gatillazo (te rugas) ou anorgasmia. ¡Fazer a revolução sexual masculina!

  • CAI Zaragoza 67-81Laboral Kutxa
  • 2 Competência folclórica 4.2.1 Participantes
  • Qual é o meu signo
  • 2014: Amore mio
  • 3 Irmãos de Ishbal 5.3.1 Leo
  • Te convida para sair
  • “Ai, você sabe o meu nome! (…) Eu flipado”
  • pedir-me que te dê a minha roupa interior usada por natal

o que é essa revolução? Em conquistar o nosso direito de dizer não. Precisamos nos livrar de nosso medo de fracassar. ah, brinca, toma-o com humor! E por que temos ainda tanto medo? Temos depositado na ereção nossa auto-estima como homens, nossa virilidade. E elas não ajudam nada com frases prejudiciais como esta: “Não existem mulheres frígidas, há homens inexperientes”. E não é verdade? Fazer os orgasmos dela, um objetivo, uma meta, o

A graça do sexo está no caminho, sem mais objetivo que estar à vontade, se divertir, desfrutar. E o orgasmo é apenas um subproduto. Somos muito vulneráveis neste ponto. Deixe de comparar com outros homens imaginários, entende que se trata de ser afetuoso, e que o sexo é um modo de sê-lo, nós o Vemos o sexo como competição?

, E elas, hoje, também. Tudo isso prejudica a sexualidade masculina. Que ela se feminice (sem impor ou exigir) e ele se masculinice (sem temer nem exigir) e se mostre seguro e firme. A dominação masculina é a sua fantasia sexual favorita delas: consulte o sucesso de Cinquenta sombras de Grey. O que consulta sexual masculina é a mais frequente?

A dificuldade para controlar a ejaculação de modo razoável. Não há duração padrão. Trata-Se de estar à vontade juntos, de afetividade. Se ele eyacula sem orgasmo para ela, E se ela se irrita, enraivecida, e lhe repreende? É tão atrevido e malicioso como se ele dissesse: “Tu, querida, córrete em um minuto!”.

o Que é uma boa relação sexual? Uma comunicação privilegiada que não tem com ninguém mais do que com o seu parceiro, e que não precisa nem ereção ou orgasmo. O que podem fazer com elas por nós? Mulher, faça-o sentir que você gosta o que você fizer. Ajude-o a entender o que se passa com o seu orgasmo.

E faça-o sentir-se tranquilo, que por onde correr não vai sair nenhuma mina. Quanto tempo pode durar uma ereção? Variável. Uma ereção prolongada (um par de horas) pode gangrenar o pau. Os psiquiatras têm gatillazos? Não estamos em um filme pornô em que o diretor dizer “eu cortem!”. Tem vantagens de ser terapeuta sexual? A ereção se foi: o

Joana

Os comentários estão fechados.
error: