Becky G: A Versão como feminista?

Becky G: A Versão como feminista?

Com apenas 21 anos, Becky G, conseguiu se consolidar como a rainha do entourage brasileiro não se restringe e a polêmica. Em junho, quando já começava o calor, tudo parecia indicar que o hino das férias será de 100% ibérico. Assim,Rosalia de castro, Lola Índigo e Aitana War pareciam as favoritas para ficar com a música do verão.

Mas a cativante melodia Sem pijama sorrateiramente entre os clubes e, de repente, uma desconhecida Becky G, surgiu como a nova rainha do reggaeton. Não obstante, Rebecca Gómez (como é seu nome real) não é um iniciante, tampouco uma estreante amador. No entanto, a corrida de Becky não tem sido fácil. Principalmente depois que a Operação Triunfo vetara suas letras e coletivos cristãos a acusaran de ‘pedofilia’.

Apesar disso, o norte-americano não baixa o braços e garante que, com as suas rimas como “eu gosto mais grandes, que não me caiba na boca”- vai conseguir, por fim, vencer o machismo tão instaurado na música. Para muitos, o sucesso da reggetonera Becky G -que já conta com 18.000.000 ouvintes mensais – é equiparável ao evento de utilizador do.

  • Fotogaleria: As melhores imagens do jogo
  • 50 Dedicatórias românticos de amor
  • E colorin colorado, tu me apaixonado
  • 4 As valquírias
  • 2 Fazê-lo pessoal e íntimo
  • Aproxime-se dele
  • Assassin’s Creed 4: Novo trailer
  • 2 Século XX

Por exemplo, ambos têm explorado o conteúdo sexual de suas canções, afirmando que a aversão que provocam não é de sua responsabilidade. No entanto, e mesmo quando não tem papas na língua, Becky G é a diferença do colombiano em sua missão elementar: sua guerra contra a misoginia. Becky na defensiva.

Algo semelhante ocorreu quando Becky G, apresentou Maiores em uma festa de gala da Operação Triunfo, há um ano, e os diretores da TVE pediram-lhe que mudasse a letra, no sentido de transformá-la em “apta para o público”. Cadena Ser, além de esclarecer em seu Instagram que nunca teve a intenção de modificar a sua música para agradar a ninguém. Nem mesmo quando foi acusada de promover a pedofilia no México, depois que um vídeo de um grupo de escolares cantando “eu gosto mais, desses que chamam senhores” se tornasse viral.

Assim, ajudada pela controvérsia, Becky G, que acaba de anunciar que vai lançar uma música com o artista urbano C. Tangana, ele passou a ser uma estrela medianamente conhecido a toda uma celebridade na internet, onde acumula 12.000.000 seguidores. Uma cifra que aumentou quando, em abril deste ano, começou a promover o tema, Sem pijama -a sua colaboração junto a colombiana Natti Natasha e que em Portugal atingiu o número 1 no ranking-. Mas não só as fotos promocionais (catalogadas como “lésbicas” e o videoclipe, gravado em lingerie – chamaram a atenção dos conservadores.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: