9 Por Que A Patagônia?

9 Por Que A Patagônia?

João Ivan Benigar ou “O cacique branco” ou “O sábio que morreu sentado”. Nascido às vésperas de natal de 1883, em Zagreb, capital da Croácia. Foi considerado um indígena croata, defensor dos indígenas, é hoje um dos maiores mitos da província de Neuquén. Em 1908 Benigar deixou a Europa e empreendeu o caminho da Argentina, cumprindo o destino que se sentiu chamado com as palavras do texto de um alemão que afirmava que finalmente extinto os nativos da América. Chegou à porta e quase nem tocou Buenos Aires, mas que rapidamente foi para o território indiano do que não foi jamais.

Afirmava que desde o início se interessou vivamente pelo destino desses pobres párias (nações mapuche) dignos de melhor sorte, que nunca abandonou e sempre lutou em sua defesa. O fez por meio de escritos, de éxodos e de contencioso. Após permanecer um pouco mais de um ano em Cipolletti, dirigiu-se a pé até Colônia Catia (Rio Preto).

Ali conheceu a Eufemia Barraza, Sheypuquin, que tornou-se sua primeira mulher. ] Rosário, Penha (falecida em 1949), a quem conhecera em Aluminé (Neuquén). 9 Por que a Patagônia? Filho de pais eslovenos, laço sanguíneo que define a sua nacionalidade. Perdeu sua mãe quando tinha um ano. Pouco depois, seu pai casou-se com Juliana Dolinar, que seria sua mãe de criação. Segundo suas palavras”para os argentinos, será contraditório, que aqui se fale de Benigar como esloveno, uma vez que nasceu em Zagreb, Croácia.

Para os conceitos e leis dos povos europeus, o lugar de nascimento é algo acidental. ] Se bem que o Império Austro-Húngaro começava a manifestar sintomas de enfraquecimento. Posteriormente mudou-se para a cidade de Graz (Áustria) por Quatro anos e depois permaneceu em Praga (Rep. Enquanto cursava engenharia completava seu cabedal de conhecimentos com outras classes de disciplinas como medicina e psicologia. Queriam a aprendizagem de línguas como uma forma de saber a origem das diversas culturas e isso o levou a estudos antropológicos, sociológicos e filosóficos.

Aos 20 anos de idade tinha conhecimento de onze idiomas. Fazia parte de alguns círculos universitários que expandir muita atividade, um deles escolheu-o para que fizesse uma viagem à Bulgária. ] Cidadania que finalmente adotado. Pouco se sabe a respeito do verdadeiro motivo que o trouxe para a Argentina, e que o levou a uma mudança radical na sua vida. ] sobrinha do cacique Cipriano Catia, com quem se casou pouco tempo.

Sheypukiñ deu 12 filhos (sete filhos homens -um falecido – e cinco mulheres). ] Todos foram iniciados na língua e a cultura araucanas. Benigar para esses momentos contava com 25 anos e dominava mais de uma dezena de idiomas: sânscrito, grego, latim, croata, esloveno, espanhol, russo, checo, eslovaco, alemão, inglês, italiano e francês.

  • 60º.- Porque Craig Thompson comove em todas as suas páginas
  • 2 História 2.1 Dragon Ball 2.1.1 Primeira pesquisa
  • você Canta no chuveiro
  • “Guantanamera” – José Fernández Díaz
  • o regresso à terra que nos mostrou Lacernet

] Todos foram iniciados na língua e a cultura araucanas. Benigar para esses momentos contava com 25 anos e dominava mais de uma dezena de idiomas: sânscrito, grego, latim, croata, esloveno, espanhol, russo, checo, eslovaco, alemão, inglês, italiano e francês. Como afirmava: “pouco a pouco ia penetrando o espírito da língua araucana e deduzir regras que se confirmavam as traduções que me faziam os indígenas.

Um idioma tem apenas quando você pensa sobre ele; e, se aprende a pensar em uma língua ouvindo ou lendo os pensamentos expressos no mesmo. ] João não só celebrou parceria com Sheypuquin mas com toda a comunidade, sempre lutou em sua defesa, através de escritos, de éxodos e de contencioso. Se consustanció de tal forma com a cosmovisão mapuche considera-se que ainda hoje não foram superadas suas investigações sobre esta cultura.

Sobre a base de seus estudos universitários tinha conhecimentos de hidráulica. Foi ele quem traçou os primeiros canais de rega da cidade de Colónia Catia para favorecer a agricultura, trabalhando com picareta e pá. Ñancu, que nasceu em Cipolletti. O juiz de paz, Ernesto Gary, o convenceu a mudar-se para a Catia, onde o utilizou em diversos trabalhos.

Benigar fez projetos da primeira canalização para a irrigação. Quando, depois de vários anos que terminou a construção do canal, semeou e plantou o campo, o mestre o fez desistir. Benigar não quis querelar. Para um julgamento, você precisa de dinheiro que ele não tinha. Vivia em tal miséria, que muitas vezes, comia só arroz cozido, e de noite se fazia lavar seu único calça-bombacha.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: