10 Mentiras De Homens Casados Para Conquistar ‘a Outra’

10 Mentiras De Homens Casados Para Conquistar ‘a Outra’

Os homens que estão comprometidos são capazes de recorrer a todas as novas ideias com tal de conseguir que uma mulher aceda a ser sua amante. Especialistas em assuntos de relações de casal apontam que o celibato ao casamento, há apenas um passo, mas do casamento ao divórcio há uma quantidade inimaginável de mentiras. Uma mentirita piedosa e cairá aos seus pés todo um templo de infidelidade. Nestes casos, existem diversos contos que os homens inventam e que os utilizam de forma contínua.

1. “Eu estou Me divorciando” É a frase comum geralmente utilizada quando o homem não quer perder a sua esposa, mas ao mesmo tempo deseja continuar com a sua amante. Geralmente essa frase se torna uma esperança para aqueles que jogam o papel de “a outra”, pois pensam que em algum momento elas serão a dona de seu coração.

2. “Meu casamento está em crise”. É outra das frases típicas que funciona como entrada perfeita para que a garota em questão de pouco tempo se apiade do homem, mas a realidade é que são poucas as vezes em que estas palavras são certas. 3. “Estou com ela por meus filhos”. Quantas vezes não deve ter ouvido a frase. Pode parecer que o homem é um “bom pai”, alguém que dá tudo por seus filhos, o que pode soar atraente para muitas mulheres que vão pensar que é um homem muito paternal. 4. “Dê-me tempo para participar”. 5. “Eu quero, mas a chama do amor se apagou”.

É a frase utilizada para que a menina que procuram surpreender e levar para sua cama pense que ela em breve se tornará a mulher oficial. 6. “Eu Me casei por imaturidade”. É comumente utilizada quando um homem se casou muito jovem, o que dá como resultado que as meninas deem o braço a torcer por ele. Isso é apropriado quando a “outra” dá-lhe pesar pela situação e quer terminar.

O homem diz isto para liberá-lo da culpa e seguir com o engano em silêncio. 10. “Nunca lhe fui infiel à minha mulher, mas esse sentimento que tenho por ti me submete por completo”.É a frase clássica que conquista a mulher proibida. Isto poderá fazer com que ela se sinta especial e que, na realidade, pense que és o melhor que aconteceu em sua vida.

  • 1966: As Botas
  • 2 Consequências do conflito
  • Comunidade Originária Cerro Pintao (11 de agosto de 2010)
  • 6 Origens e opinião
  • 1966: Canta… (RETIRADO Quando Tu Não Estás) – Álbum EMI / Hispavox
  • 3 Guerra contra o México
  • o caminho Que você escolheu, para que lhe abrissem a essas portas para a fama
  • 14 14. Realiza uma rotina

Que grande teatro fazemos nós, eu, ator, ator trágico e ao ator coadjuvante e tu, que sempre bordas, você faz o que melhor sabe fazer: mutis. Não encontrava um final para a obra. Não era fácil se concentrar naquela pequena sala, estúdio improvisado, onde Joãozinho jogou arrastando uma cadeira, e o mais pequeno chorava no berço.

Maria entrou devagar. Gostava de ver como escrevia o seu marido, como apertar a caneta contra o papel enquanto pensava. Então Joãozinho parou para abraçar a ela, e o mais pequeno calou. Ele olhou-me grato a Maria e marcou: MUTIS. No dia da estréia, quando o ator principal retirou-se da cena sem terminar sua frase e caiu a cortina final, o público aplaudiu, sem chegar a compreender por que lhes embargaba aquela linda sensação de paz.

Cometiste o erro de fugir do fórum, e agora, Mutis, todos lamentamos. O mais duro dos dois policiais o olhava maravilhado. Mais do que qualquer coisa, dava pena. As lágrimas tinham corrido o rímel e a sua palidez de mimo lhe ligava agora o preto corrido de sombra de olhos, dando um aspecto de fantasma. Além disso, usava um terno excessivo, de cor dourada e larguras enormes para seu corpo esquelético. Fumava, fumava e chorava ao mesmo tempo.

O poli bem lhe fez um gesto, e o seu companheiro fez mutis. O mimo desligou o seu charuto. Por que o fizeste? Arrastava o ar um murmúrio distante, ladainha obtusa que se ia abrindo passagem pela Av. da Paz, caminho para a ONU. A Praça ia recebendo cartazes e bandeiras, os mais pequenos, ostentam como se fosse um jogo. Volte ao uníssono das vozes resolutas.

Ninguém pode se abstrair do silêncio. Há umidade em suas canto e o solo. Pisar terra de outros, exigindo a sua. Por trás das guaritas há um mutis-mo cego. Mutis acordou. Olhou ao redor por muitos anos. Guardou silêncio até que encaneció. Então se atreveu a perguntar:”Quem sou eu?”. Muito além de sua cerca recebeu uma resposta: “Mutis”.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: