Dieta Cetogênica Ou Dieta Baixa Em Hidratos?

Dieta Cetogênica Ou Dieta Baixa Em Hidratos?

Se você sofre de diabetes ou se têm detectado uma resistência à insulina, o controle glicêmico ou os níveis de açúcar no sangue é fundamental para enlentecer o avanço da doença e evitar complicações próprias da diabetes. Para isso, uma boa dieta é de grande importância e, por isso, mostramos os alimentos que ajudam a controlar seus níveis de glicose no sangue. Uma grande variedade de cereais integrais como trigo integral, salvos, arroz integral, aveia ou outros podem ser de ajuda na dieta habitual e, com eles, podemos elaborar a partir pães ou biscoitos até panquecas, hambúrgueres, almôndegas e mais.

Alcançar as cinco porções diárias, ou mais, deve ser uma meta a atingir com pratos como bolos, saladas, sobremesas e muitas outras mais receitas de legumes ou frutas. As leguminosas são alimentos de baixo índice glicêmico, devido em grande parte à sua riqueza em fibras e proteínas que dificultam a digestão. O azeite de oliva extra virgem é um alimento rico em gorduras monoinsaturadas que foram vinculado a um melhor controle glicêmico e a melhorias em marcadores metabólicos que adiariam complicações da diabetes, como aponta um estudo realizado em Portugal.

Por outro lado, pelo seu efeito anti-inflamatório melhoraria as condições para alcançar um adequado controle glicêmico e, assim, manter o avanço do diabetes. Podemos incluir azeite de oliva extra virgem em vários molhos, conservas caseiras ou pratos salgados ou doces mais elaborados, como pode ser um bolo.

Incluídos como parte de diferentes pratos podem reduzir o índice glucemico dos mesmos ao adicionar fibra para os mesmos. Com frutos secos vários podemos elaborar barras para um snack saudável, saladas, aperitivos e muito mais. A canela, assim como outras ervas e especiarias podem prevenir a glicação de proteínas e, assim, reduzir o desenvolvimento de complicações próprias da diabetes. Reduz os níveis de glicose basal de insulina, hebloglobina glicosilada, por isso, seu consumo é de grande utilidade quando buscamos alcançar um melhor controle dos níveis de glicose no sangue. Podemos incluir canela em pratos salgados e doces diversos, como pode ser uma omelete para o pequeno-almoço, bolachas, biscoitos ou até mesmo, um croquete de salmão.

A ingestão de iogurtes, fortificados com vitamina D, ou não, associou-se em um estudo publicado no The American Journal of Clinical Nutrition ao melhor controle glicêmico. Além disso, os probióticos por influenciar a flora intestinal positivamente também favorecerían o controle dos níveis de glicose no sangue, daí iogurtes naturais sem adição de açúcar ou leites fermentados seriam de utilidade nestes casos. Podemos utilizá-los como tal ou elaborar com eles um molho ou molho caseiro, uma saudável forro, uma sopa fria ou uma sobremesa leve e nutritivo. Se você quiser controlar seus níveis de glicose no sangue, estes alimentos no âmbito de um estilo de vida saudável, podem ser de grande ajuda para o conseguir.

É muito suculenta, graças à quantidade de legumes, com uma deliciosa combinação de texturas.

Quando se aproxima o final do verão, começo a ficar nervoso porque vai terminando a temporada de muitas das minhas frutas e verduras favoritas. É um bom prato para compartilhar, rica em nutrientes, mas mais leve que o omelete de batatas, também menos pesada se a preparamos com o mínimo de óleo. É muito suculenta, graças à quantidade de legumes, com uma deliciosa combinação de texturas. Se temos pessoas menos adeptos das hortaliças é só picarlas muito mais para que quase se fundam na massa. Começamos lavando e secando bem o pimentão, a berinjela e o tomate, se o usamos.

  1. 1 bandeja de frutas do bosque (morangos, mirtilos, groselhas, amoras)
  2. 150 g de açúcar avainillado
  3. 1 cdita. de mel de abelha
  4. 1/2 kg de carne moída

Descascar a abóbora e cortar as pontas dos produtos hortícolas. Pique tudo em cubos pequenos, descartando as sementes do pimento, e surgindo mais fina a cebolinha. Coloque a berinjela em um prato ou fonte adequado para o micro-ondas e cozinhe por cerca de 8 minutos em temperatura média. Enquanto isso, frite em lume brando a cebolinha, com uma pitada de sal em uma frigideira anti-aderente, com um pouco de azeite.

Quando estiver transparente, adicione o tomate concentrado ou ralado e acrescente o pimentão. Tempere com sal e pimenta ligeiramente e deixar cozinhar cerca de 10 minutos em fogo médio, mexendo de vez em quando. Junte a abóbora e a berinjela, rechear com ervas a gosto e deixe cozinhar por cerca de 15-20 minutos, adicionando um pouco de água se necessário para que todos os legumes fiquem tenros.

Joana

Os comentários estão fechados.
error: