Bolo De Iogurte (receita Tradicional)

Bolo De Iogurte (receita Tradicional)

Talvez trata-se de uma das primeiras receitas que tendes preparado com as vossas mães ou avós, o bolo de iogurte é um clássico, uma daquelas receitas de toda a vida, fáceis de preparar e deliciosas. Esta socorrida massa doce e fofo, suporta múltiplas variantes, podemos preparar com farinha sem glúten e podemos acrescentar morangos, chocolate, banana… tudo o que nos agrade.

Entre os biscoitos podemos distinguir dois grupos: os biscoitos para comer sozinho e os biscoitos para preencher, emborrachar ou fazer bolos, que são mais leves. Mas aqui nós oferecemos a tradicional receita de bolo de iogurte, o que temos preparado a vida toda com as medidas do copo de iogurte. Aliás, a palavra bolo vem do latim: bis coctus que significa cozido duas vezes.

2. Em uma tigela grande, adicione as duas medidas de açúcar e os ovos, e bátelos com umas varas.

Porções: 6 (depende do tamanho do molde e de rações). 1. Esvazia o iogurte em uma pequena tigela para poder usar o seu recipiente, como uma medida de quantidade. Pré-aquece o forno a 180º durante cerca de 10 minutos, o tempo que necessita para preparar a massa. 2. Em uma tigela grande, adicione as duas medidas de açúcar e os ovos, e bátelos com umas varas. Adicione o óleo e o iogurte e continue batendo para que a mistura fique sem grumos.

3. Agora coloca um coador, logo acima da tigela e vá adicionando as medidas de fermento em pó e farinha, de forma que passem por ele. A este processo chama-se peneiração e permite que esses ingredientes sejam adicionados à mistura endureça uns com os outros e evitar grumos.

4. Bate um pouco mais até que todos os ingredientes fiquem bem integrados. Alinha o molde com papel vegetal ou úntalo com um pouco de manteiga. Você pode fazer isso com um pincel de cozinha, e é recomendável que a manteiga de ter estado alguns minutos fora da geladeira para que não fique muito dura.

5. Despeje a massa na forma e coloque-o no forno a uma altura média, e hornéalo a 180º durante cerca de 30 minutos. 6. E finalmente, faça o teste do palito: picar com um palito no bolo, e se sai sem restos colados é que está pronto. Desligue o forno, tire o bolo e deixe repousar alguns minutos antes de sair.

Museu de Arte Sacra, Paróquia Maior de Santa Cruz. O museu abriga uma grande coleção de ourivesaria do século XVIII. Portapaces, panos, palios, palcos, sacras, pinturas, esculturas, mobiliário, cornucópias, acetre, campainhas, cruzes, copones, atribuições, fontes, altares e taças. Museu casa-palácio de Palmas, rua Espírito Santo. O Museu Casa-Palácio de Palma ocupa um palácio do século XVI-XVII.

Casa-Museu Irmandade de San Gil, rua São Marcos, 3 (Plaza de San Gil). Museu das cavalariças, localizado nas dependências militares de recria e doma cavalar (doma). Dispõe de um Museu dos Coches, que em sua maioria, são acoplados para exposição, doma e seleção de cavalos. Música nos palácios, durante os fins-de-semana de julho.

  • 2 colheres de sopa de farinha
  • Puree May 18, 2017 at 15:55
  • 26 abril 2016 @Ruth essas azeitonas seguro que lhe restam de luxo ao arroz
  • 2 Copos de leite desnatado
  • 6 azeitonas

A noite flamenca, Setembro. Ega cidade Barroca, novembro ou dezembro. Feiras Romanas, Medievais e Barrocas, ao longo do ano. Teatros e musicais, ao longo do ano, no Teatro Municipal. Palestras e conferências, ao longo do ano, nos diferentes salões de atos de palácios e edifícios públicos.

Festa da Virgem do Vale, padroeira de Écija. A Semana Santa, é declarada de Interesse Turístico Nacional desde 1998. É a maior de toda a província de Sevilha, após a capital. Procesionan 14 irmandades em toda a sua Semana Santa, sendo uma das cidades andaluzas com maior número de confrarias por habitantes (3,25 por cada 10000 habitantes).

Joana

Os comentários estão fechados.
error: